Motor 2.3 turbo manterá sua posição, mas o sistema híbrido leve está em estudo (e mais que isso)

Se por aqui ficamos sem o Ford Focus e nunca sequer consideramos ver em nossas ruas as versões ST e RS oficialmente, o mercado europeu segue com a família sendo bem vendida inclusive - um a cada 135 segundos no Velho Continente. E por isso há uma boa expectativa na próxima geração do Focus RS, um concorrente de peso para o Mercedes-AMG A45 e Audi RS3, por exemplo. 

Os primeiros rumores sobre ele já começam a aparecer. Ele deverá manter o motor 2.3 turbo da família EcoBoost, mas ganhará um sistema híbrido leve para ajudar ele a ir dos 350 cv atuais para mais de 400 cv, ficando páreo aos seus oponentes alemães. Também será útil para melhorar a eficiência energética, principalmente em baixas velocidades. 

Porém, algo a mais é esperado para o próximo Ford Focus RS. Se hoje ele possui tração integral, o motor 2.3 turbo será responsável apenas pelo eixo dianteiro, sendo que o traseiro será um eixo elétrico. O sistema é mais simples que o tradicional, sem a necessidade de eixo cardã ou caixas de transferência e manterá o modo drift como o atual. 

Segundo a revista Car Magazine, o Ford Focus RS será um modelo 2021, com uma provável apresentação em 2020. Mas isso apenas na Europa e Estados Unidos, provavelmente. Para o brasileiros, resta a importação independente ou apenas sonhar. 

Galeria: Ford Focus RS 2016