Versão esportiva da RAM 1500 deve usar motor 6.2 V8 Hellcat de até 808 cv

A vida mansa da Ford F-150 Raptor entre as picapes grandes de alto desempenho irá acabar. A Fiat-Chrysler decidiu brigar diretamente com a Ford fazendo o lançamento da Ram TRX 2021, variante esportiva da Ram 1500. A fabricante divulgou um teaser na página no Facebook, confirmando a estreia do modelo durante o verão norte-americano (o nosso inverno).

Não há muito o que ver neste teaser, já que ele mostra apenas um monte de areia voando, acompanhado por um som que parece ser do motor 6.2 V8 Hellcat - rumores dizem que este será o propulsor da Ram TRX. A descrição do vídeo leva para um hotsite do modelo onde é possível se cadastrar para receber novidades sobre a picape.

 

Se fosse qualquer outra fabricante, poderíamos até esperar que o motor Hellcat fosse amansado para a picape, mas a Fiat-Chrysler gosta de lançar alguns modelos bem fora do comum. Então acreditamos que a TRX virá com os mesmos 717 cv e 89,2 kgfm que o Jeep Grand Cherokee Trackhawk. E isso assumindo que a Ram não irá chutar o balde e entregar os 727 cv do Challenger Hellcat ou até mesmo os 808 cv do Challenger Hellcat Redeye.

Deve contar com tração 4x4 de série, mas considerando o teaser da FCA com a TRX no deserto, esperamos que tenha também um diferencial traseiro blocante. Caso siga o que vimos no antigo conceito Rebel TRX 2016, pode receber pneus mais largos, assim como suspensão e direção ajustáveis. A única opção de transmissão deve ser a automática de 8 marchas.

Nós também achamos que a Ram esportiva, que irá abandonar o nome Rebel e ser chamada apenas de TRX, deve oferecer um motor mais manso como opção de entrada. É possível que seja o 5.7 Hemi V8 usado pela 1500 (com ou sem tecnologia híbrida-leve), embora não esteja descartado que use até um 3.6 V6, como foi visto no conceito.

Galeria: Ram Rebel TRX - Flagra

Enquanto isso, aguardamos pelo lançamento da Ram 1500 no Brasil. Durante a feira de tecnologia CES deste ano, executivos da marca confirmaram à Motor1.com que a picape seria lançada no 2º semestre deste ano, chegando até mesmo na versão híbrida. Com a disparada do dólar e a pandemia, a marca pode ter mudado os planos e ter decidido segurar o lançamento para o ano que vem, como aconteceu com as versões híbridas dos Jeep Renegade e Compass.