Complexo em Resende (RJ) retorna no dia 28 de junho, enquanto fábrica de Córdoba voltará dia 16

A Nissan segue as demais fabricantes e anuncia o retorno de suas atividades na América Latina para junho, depois de três meses sem produzir veículos. O complexo em Resende (RJ) retomará suas atividades no dia 22 de junho, enquanto a linha de produção argentina (Córdoba) voltará em 16 de junho. Nos dois casos, as fábricas dotarão protocolos de segurança para evitar contaminação dos funcionários.

"É muito importante para a Nissan e para a indústria automotiva estar pronta para voltar a produzir. Nossos planos de expansão na região são suportados por nossa atividade industrial, que desempenha um papel fundamental para alcançarmos nossos objetivos, com segurança para cada um de nossos funcionários", explica Guy Rodriguez, Chairman da Nissan América Latina.

Galeria: Fabrica Nissan - Resende (RJ)

O retorno da produção acontecerá com protocolos rígidos exigidos pelas autoridades sanitárias. Cada funcionário usará uma ferramenta online de autodiagnóstico, antes mesmo de sair para trabalhar. Ao chegar na fábrica, terá de seguir as recomendações de distanciamento social e uso de equipamentos de segurança. A Nissan diz que tanto a fábrica quanto os escritórios terão turnos para evitar aglomerações.

A fabricante japonesa não comentou se o retorno acontecerá com turnos menores como outras empresas estão fazendo. O normal é que a volta da produção aconteça em turno único e com horário reduzido, voltando ao ritmo normal com o passar do tempo, para garantir que as medidas de segurança funcionam e evitar fazer muito estoque enquanto as concessionárias ainda estão voltando a operar.

Em Resende (RJ), a Nissan monta a dupla March e Versa, ao lado do SUV compacto Kicks. O crossover ocupa a maior parte da produção da fábrica, pois abastece o Brasil e mais 9 países, além de ser o modelo mais vendido da empresa em nosso mercado. Já em Córdoba, a linha de montagem é da picape Frontier e, em breve, da Renault Alaskan – que já foi flagrada no Brasil.

Fotos: divulgação