Irmã gêmea da Nissan Frontier deve ser lançada até o fim do ano, com produção na Argentina

Mostrada no Salão do Automóvel de 2018, a picape Renault Alaskan enfim parece que está próxima do lançamento no Brasil. Prova disso é que, logo após a marca anunciar a produção do modelo na argentina, agora já temos o primeiro flagra da picape em São Paulo, emplacada e sem qualquer tipo de disfarce. As fotos foram enviadas por um leitor que preferiu não se identificar. 

A Alaskan é um dos frutos da parceria Renault-Nissan, aproveitando basicamente todo o projeto da Frontier, mas com desenho próprio na dianteira e os logotipos da marca francesa na carroceria e no interior. O projeto original das picapes ainda englobava a Mercedes-Benz Classe X, mas a empresa alemã desistiu do modelo por conta das baixas vendas e desentendimentos com a Nissan para a produção da picape na Argentina. Sem a Classe X, a fábrica de Santa Isabel ficou sub-aproveitada. Agora isso será resolvido, ao menos em parte, com a produção da Alaskan. 

Renault Alaskan - Flagra no Brasil

Na semana passada, o CEO da Renault Argentina, Pablo Sibilla, publicou uma imagem da Alaskan já em produção na fábrica do país vizinho, cerca de 15 dias após o anúncio de que a picape começaria a ser feita no complexo. O lançamento no mercado argentino acontecerá até o fim do ano, e no Brasil não deve ser diferente - no mais tardar nos primeiros meses de 2021. Vale lembrar que a picape deixará de ser oferecida no mercado europeu, mudando o foco do modelo para a América do Sul.

Pelo que apuramos, a Alaskan fotografada na capital paulista ainda não é de produção argentina. Ela é possivelmente uma unidade feita no México para o mercado colombiano, equipada com um exclusivo motor 2.5 turbodiesel, embora com a mesma entrega de torque e potência do 2.3 turbodiesel que será adotado por aqui - 190 cv e 45,9 kgfm, como na Frontier. O câmbio também será idêntico ao da Nissan, com uma caixa automática de 7 marchas e tração 4x4 com reduzida. Uma versão de entrada com câmbio manual de 6 marchas também pode ser oferecida, neste caso com o motor em versão mais fraca: 160 cv e 41 kgfm. 

Consultada, a Renault não confirmou o lançamento da picape no Brasil, mas também disse que nunca negou sua vinda ao nosso mercado. Ou seja, para bom entendedor, a Alaskan está, sim, nos planos da marca para cá. Após o lançamento na Argentina, parece questão de tempo. A dúvida agora fica por conta do posicionamento em relação à Frontier. Quando foi mostrada no Salão, há quase dois anos, a ideia era lançá-la com preços um pouco abaixo da irmã da Nissan. A resposta deve surgir nos próximos meses...

Ouça nosso podcast:

 

Fotos: Motor1.com 

Proibida reprodução sem autorização prévia (copyright - todos os direitos reservados)

Galeria: Renault Alaskan - Flagra no Brasil