Problema atinge sistema de recarga das baterias

A Harley-Davidson LiveWire está nas manchetes mais uma vez. Depois que a imprensa reportou que o produto feito para atrair clientes mais jovens falhou ao atender as expectativas, agora ele aparece com um problema de produção. A fabricante confirmou em um comunicado publicado na segunda-feira que a produção foi interrompida. Isso não tem ligação com as vendas abaixo do esperado, mas sim a uma observação do controle de qualidade, resultando no que a marca chama de "condição não conforme".

A Harley-Davidson não falou sobre a natureza do problema, mas de acordo com o The Wall Street Jornal, aparentemente o problema está no mecanismo de recarga da moto elétrica. 

Harley-Davidson Livewire

As entregas era esperadas para começar em agosto, mas agora foram adiadas e sem nova data divulgada. De fato, durante uma reunião de investidores no dia 24 de setembro, a empresa disse que trabalha na LiveWire para ter certeza que ela "está perfeita", disse o analista James Hardinam a Bloomberg. 

A companhia está investigando o problema e fazendo diversos testes. Eles não falam quando as entregas começam ou a produção recomeça. A Harley se limita a dizer que ainda fará a confirmação assim que a investigação tiver alguma resposta. 

Um pequeno número de unidades da primeira moto elétrica da marca aparentemente já foi enviado para algumas lojas em setembro. De acordo com algumas fontes, a Harley-Davidson pediu aos seus consumidores para usarem apenas tomadas de carregamento profissionais para recarregar a moto no lugar de um carregador simples, de casa. Não se fala ainda sobre um recall. 

Fontes: Reuters, Bloomberg, The Wall Street Journal

Galeria: Harley-Davidson Livewire