Chamado afeta exemplares fabricados entre novembro de 2011 e junho de 2018

A Ford acaba de anunciar no Brasil a realização de um recall de grandes proporções envolvendo a picape Ranger. Conforme explica a marca, aproximadamente 81.758 unidades equipadas com motor turbodiesel e fabricadas entre novembro de 2011 e junho de 2018 devem voltar às concessionárias para reparar problemas relacionados ao sistema de exaustão. Durante o uso do modelo em estradas não pavimentadas, há risco de acúmulo de vegetação seca na travessa da transmissão (próximo ao sistema de exaustão), gerando funcionamento inadequado do referido sistema e consequente possibilidade de incêndio.

Galeria: Ford Ranger Sportrac 2018

O reparo consiste na instalação de uma proteção térmica para diminuir a irradiação da temperatura do sistema de exaustão e outra para evitar que folhagens fiquem retidas na travessa de transmissão. O serviço leva em média 40 minutos para ser concluído e deve ser agendado pelo proprietário em qualquer concessionária Ford de sua preferência. 

Unidades afetadas:

MODELO CHASSIS PRODUÇÃO
2012 De CJ460393 até CJ472626 De 25 de novembro de 2011 até 1º de dezembro de 2012
2013 De DJ022428 até DJ484214 De 2 de fevereiro de 2012 até 10 de maio de 2013
2014 De EJ131786 até EJ258781 De 18 de abril de 2013 até 26 de junho de 2014
2015 De FJ213553 até FJ361400 De 10 de março de 2014 até 6 de julho de 2015
2016 De GJ361715 até GJ401728 De 6 de julho de 2015 até 19 janeiro de 2016
2017 De HJ001071 até HJ499211 De 1º de fevereiro de 2016 até 19 julho de 2017
2018 De JJ009196 até JJ497263 De 9 de março de 2017 até 6 de abril de 2018
2019 De KJ068882 até KJ103739 De 9 de fevereiro de 2018 até 11 de junho de 2018

Fotos: Divulgação