Ação faz parte do programa de reestruturação que será implementado na região

O ambicioso programa de reestruturação que a Ford implementará na divisão da Europa terá implicações diretas na oferta de modelos verdes dentro do portfólio local. Em comunicado divulgado recentemente, a marca confirmou que buscará o fortalecimento da competitividade e a volta à rentabilidade através da ampliação da oferta de veículos eletrificados. Nesse sentido, a ideia é oferecer versões totalmente elétricas ou híbridas para todos os novos modelos a partir da família Focus. "Isso inclui também o lançamento de modelos inéditos e novas versões de veículos já existentes", diz a nota.

Ford Explorer 2020

Outro pilar explorado pelo novo programa será o de modelo importados. No comunicado, a marca diz que apostará em "nomes icônicos que serão importados pela divisão europeia com base na herança histórica da Ford". São esperados, portanto, um novo SUV a ser anunciado em abril (provavelmente o Explorer 2020) e um crossover esportivo elétrico inspirado no Mustang. Além disso, modelos já importados hoje serão mantidos, como o próprio Mustang e o Edge. Em compensação, o catálogo perderá nomes importantes, como as MPVs C-Max e Grand C-Max, que sairão de linha por conta da baixa demanda.

Fotos: Divulgação

Galeria: Ford Focus Active wagon