Iniciativa seria parte do acordo estratégico discutido entre as empresas

A aliança estratégica discutida entre Volkswagen e Ford deverá gerar resultados bem mais amplos do que aqueles imaginados inicialmente. Conforme relata reportagem da agência de notícias Automotive News, o acordo terá implicações não apenas no segmento de veículos comerciais, como também nas próprias operações industriais dos dois grupos. Prova disso foi confirmada nesta semana com o interesse da gigante alemã de usar fábricas norte-americanas da oval azul para ampliar sua capacidade produtiva nos Estados Unidos.

Ford Ranger - Produção Estados Unidos

"Estamos em negociações bastante avançadas e dialogamos com a Ford para construir realmente uma aliança automotiva global, que também fortaleceria a indústria automotiva americana", disse Herbert Diess, CEO da Volkswagen, após uma reunião na Casa Branca. O executivo também revelou que a VW está "considerando construir uma segunda fábrica de automóveis" nos Estados Unidos, além do complexo atualmente existente em Chattanooga, no Tennessee. 

A formação de uma aliança com os alemães poderia ajudar a Ford a recuperar seus negócios na Europa e, em troca, a VW seria auxiliada na expansão de sua capacidade de produção na América do Norte. "Estamos construindo uma aliança que fortalecerá a posição da Ford na Europa porque compartilharemos plataformas", disse Diess. "Podemos usar a capacidade da Ford aqui nos EUA para construir carros para nós. Precisamos dessa capacidade adicional e também queremos uma outra fábrica combinada para Volkswagen e Audi", completou.

Chefe da Ford, Bill Ford foi mais comedido nas declarações, mas confirmou que as empresas estão conversando bastante e que as negociações estão indo muito bem.

Fonte: Automotive News

Galeria: Ford Ranger - Produção Estados Unidos