Fabricante alemã irá revelar seus planos para os próximos 10 anos no dia 16 de novembro

Antes um rumor, a possibilidade da nova geração da Volkswagen Amarok compartilhar plataforma com a Ford Ranger tornou-se real. Herbert Diess, CEO da VW, deu uma entrevista ao Automotive News e disse que, se as negociações correrem bem, “teremos uma sucessora da Amarok” feita pela Ford e que ainda está interessada em licenciar a plataforma de carros elétricos MEB para outras empresas, como uma forma de aumentar a escala da produção e reduzir preços.

“A próxima geração da Ford Ranger pode ser utilizada para a sucessora da Amarok”, disse Diess na entrevista. A Volkswagen a Ford anunciaram que fariam uma aliança para veículos comerciais, embora não tenham dito como ela irá funcionar. Posteriormente, o site Argentina Autoblog ouviu sobre o Projeto Ciclone, que será feito no país vizinho e que poderia ser uma forma de replicar a estratégia da Nissan, Renault e Mercedes-Benz.

Usar a mesma plataforma seria algo bom para ambas, já que a fábrica em Pacheco era da Autolatina e foi dividida no meio após o fim da antiga aliança entre as duas empresas. Como basta apenas destruir a divisão e adequar a linha de produção, o custo seria bem menor do que o de construir um espaço em alguma fábrica apenas para isso.

Também é a primeira vez que um executivo de ambas as empresas admite que a parceria pode ir além dos veículos comerciais. Diess confirma os boatos de que poderia emprestar a plataforma MEB de carros elétricos para a Ford. Isso permitiria que a fabricante norte-americana tenha uma forma de eletrificar sua linha, já que estão atrasados neste quesito em relação à concorrência.

Devemos saber mais sobre essa parceria entre Ford e Volkswagen no próximo dia 16 de novembro, quando a VW irá apresentar seus planos para a próxima década.

Fonte: Automotive News

Galeria: Volkswagen Amarok V6 - Lançamento