Nós antecipamos isso em fevereiro e agora está confirmado: o Tesla Model Y foi o carro mais vendido do mundo em 2023. O SUV americano de tamanho médio fez história não apenas por ter ficado em primeiro lugar, mas também por ter feito isso em um período tão curto de tempo desde sua introdução no mercado; e foi a primeira vez que um carro totalmente elétrico alcançou o topo da classificação global.

O Tesla Model Y foi apresentado oficialmente em março de 2019, o que significa que seu primeiro ano completo no mercado foi 2020, quando a pandemia atingiu os mercados. Se excluirmos esse ano terrível e anômalo, o Model Y levou apenas três anos para chegar ao topo da classificação.

Essa é uma conquista notável, especialmente considerando que não é um veículo disponível em todo o mundo. É um dos poucos carros que atrai consumidores tão diversos quanto os chineses, americanos e europeus.

Tesla faz história

De acordo com nossa pesquisa, o SUV da Tesla vendeu 1,22 milhão de unidades no ano passado. O volume aumentou em impressionantes 64% desde 2022, ou quase 480.000 unidades a mais. Essa é a outra razão pela qual ele fez história. Nenhum outro carro de qualquer outra marca jamais alcançou esse crescimento anual.

Tesla Model Y 2021

Por fim, o Tesla Model Y fez história porque foi a primeira vez que um veículo totalmente elétrico liderou a classificação global. Até agora, os modelos híbridos da Toyota eram os que mais se aproximavam dessa conquista, mas nem todos eles a alcançaram. Como o mundo continua a mudar de carros com motor a combustão para elétricos, o Tesla Model Y pode dizer com orgulho que foi o primeiro a ocupar essa posição.

Muitos modelos japoneses entre os 25 primeiros

Mais abaixo na classificação global, a Toyota colocou cinco modelos entre os 10 primeiros, graças à popularidade do RAV4 na China e na América do Norte, aos sólidos resultados da família Corolla (o sedã perdeu duas posições devido ao aumento da demanda por seu irmão Corolla Cross), à forte posição do Camry como o sedã grande mais popular do mundo e aos bons resultados do Toyota Hilux, o veículo mais popular em alguns mercados emergentes.

A Honda também teve um bom desempenho com o CR-V, que ocupou a terceira posição. O sedã Civic, o Accord e o HR-V também ficaram entre os 25 primeiros, mostrando que a Honda é muito forte na Ásia e na América do Norte.

Toyota RAV4 PHEV - Brasil
Honda CR-V Advanced Hybrid 2024 (BR)

A popularidade do Ford F-150 nos Estados Unidos e no Canadá foi suficiente para colocá-lo em sétimo lugar na classificação, embora ele não esteja disponível na maior parte do mundo. Seus rivais Chevrolet Silverado 1500 e Ram 1500 ocuparam a 16ª e 18ª posições, respectivamente. Esses veículos foram responsáveis por 14% das vendas de veículos nos EUA e no Canadá.

O segundo veículo elétrico mais vendido no mundo é, mais uma vez, um Tesla, o Model 3, que ocupou a décima posição com um volume de 5% maior graças à introdução da versão facelift.

Tesla Model 3 2022
BYD Yuan Plus - concessionária Daruj SP (8)

Os fabricantes chineses também entraram no top 25, com a BYD colocando três de seus modelos: o Qin, um sedã compacto movido a motores eletrificados e que é muito popular na China; o Song Plus; e o Yuan Plus, que registrou a maior mudança percentual em relação a 2022, com 119%.

Por fim, apenas dois modelos europeus aparecem entre os 25 primeiros: o hatchback Volkswagen Polo e o Volkswagen Jetta. Uma grande diferença em relação à época em que o Golf era um dos carros mais vendidos do mundo. Isso nos lembra que o setor europeu pode não estar totalmente alinhado com as tendências globais. Será que continuaremos a ver mais modelos chineses em detrimento de menos modelos europeus e americanos?

Os carros mais vendidos do mundo em 2023

  1. Tesla Model Y - 1.223.000
  2. Toyota RAV4 - 1.075.000
  3. Honda CR-V - 846.000
  4. Toyota Corolla Sedan - 803.000
  5. Toyota Corolla Cross - 716.000
  6. Toyota Camry - 651.000
  7. Ford F-150 - 624.000
  8. Toyota Hilux - 605.000
  9. Nissan Sentra - 534.000
  10. Tesla Model 3 - 509.000
  11. Honda Civic Sedan - 479.000
  12. BYD Qin - 474.000
  13. Nissan X-Trail - 462.000
  14. Honda Accord - 451.000
  15. Hyundai Tucson EWB - 423.000
  16. Chevrolet Silverado 1500 - 412.000
  17. Hyundai Elantra - 399.000
  18. RAM 1500 - 374.000
  19. BYD Song Plus - 370.000
  20. Volkswagen Polo HB - 364.000
  21. Volkswagen Jetta - 362.000
  22. Mazda CX-5 - 357.000
  23. BYD Yuan Plus - 356.000
  24. Suzuki Swift - 354.000
  25. Honda HR-V - 336.000
  26. Toyota Highlander - 334.000
  27. Ford Ranger - 333.000
  28. Kia Seltos - 332.000
  29. Ford Escape - 331.000
  30. Nissan Qashqai - 315.000
  31. Kia Sportage EWB - 314.000
  32. Volkswagen Lavida - 310.000
  33. Volkswagen Tiguan Allspace - 309.000
  34. BYD Dolphin - 309.000
  35. Volkswagen T-Roc - 308.000
  36. Dacia/Renault Sandero - 307.000
  37. Toyota Yaris Cross - 305.000
  38. Peugeot 208 - 299.000
  39. Renault Clio - 294.000
  40. Hyundai Creta - 293.000
  41. Volkswagen T-Cross - 289.000
  42. Toyota Yaris Sedan - 285.000
  43. Isuzu D-Max - 281.000
  44. Haval H6 - 280.000
  45. BMW X3 - 279.000
  46. Audi Q5 - 266.000
  47. Toyota Yaris - 266.000
  48. Hyundai Kona - 264.000
  49. Saipa Tiba - 262.000
  50. Toyota Tacoma - 259.000

O autor do artigo, Felipe Munoz, é especialista no setor automotivo da JATO Dynamics.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com