Modelo é previsto para 2021. Marca descarta fazer crossover maior

A Mini está de olho em dois mercados. Entraram no segmento dos SUVs com o Countryman e agora se preparam para investir nos carros elétricos, com a chegada de uma versão elétrica em 2019. E, de acordo com o site britânico Auto Express, irão unir os dois mercados com o lançamento de um SUV abaixo do Countryman com motorização elétrica, mas que só deve ser lançado em 2021.

Leia também:

Durante o Salão de Los Angeles, Peter Schwarzenbauer, membro da diretoria da BMW, disse ao Auto Express que a Mini não irá apostar em um modelo maior. “Isso não encaixaria no DNA da Mini – nós não faremos um carro de sete lugares ou algo assim. Eu acho que o Countryman é o tamanho máximo e a coisa certa para a Mini.” Quando questionado sobre o outro lado, com um modelo menor, Schwarzenbauer começou a mostrar interesse. “Esta seria uma opção interessante, especialmente quando olhamos [para o mercado] ao redor. Há poucos tipos de carros no mundo que se encaixariam em qualquer mercado. Um pequeno SUV urbano é definitivamente um segmento que é extremamente interessante, mas até agora não decidimos nada a respeito.”

Fontes disseram à publicação inglesa que o projeto está em desenvolvimento, usando a nova plataforma dos carros da Mini, que será usada tanto no novo modelo quanto na próxima geração do Countryman. Será diferente das bases atuais da marca, que tiveram que passar por modificações para serem usadas no inédito Mini elétrico prometido para 2019.

O novo SUV da Mini deve ter pouco mais de 4 metros de comprimento, em um tamanho próximo de modelos como Nissan Juke e Volkswagen T-Cross, modelos que serão seus rivais na Europa. Seu design deve ser uma evolução da identidade atual da marca, com alguns detalhes semelhantes ao do Mini Electric Concept.

Fonte: Auto Express
Fotos: Divulgação e Motor1.com

Gallery: Novo Mini Countryman