Versão alongada do crossover será apresentada na próxima semana

Depois de ser flagrada diversas vezes, a versão maior do Blazer enfim é confirmada pela fabricante. A divisão chinesa confirmou a estreia do modelo para semana que vem, durante o Chevrolet Gala Night em Hefei (China). Apelidado pela imprensa como Blazer XL, o crossover ganhará um novo nome e deve ser feito no México – o que abre espaço para sua vinda ao Brasil.

Galeria: Chevrolet Blazer XL - Registro na China

A General Motors preferiu não dar muitos detalhes, divulgando um teaser do Chevrolet Blazer de lado. A fabricante diz que “ao contrário do Blazer vendido em outros mercados com cinco assentos, o Blazer vendido na China foi desenvolvido com um layout versátil de sete lugares, para atender às necessidades e preferências das famílias chinesas”. Ainda adianta que terá as versões RS ou Redline.

Apesar de levar um tempo para a estreia, alguns dados já foram divulgados no registro do carro. Terá 4,99 metros de comprimento, com 13,7 cm a mais do que o Blazer de cinco lugares, sendo que todo o comprimento foi para o balanço traseiro. O visual do carro será o mesmo da versão vendida no resto do mundo.

Traseira do Chevrolet Blazer XL - Registro na China
Chevrolet Blazer 2019 - Avaliação

O único motor confirmado no momento é o 2.0 turbo de 236 cv e 35,7 kgfm, o mesmo do Blazer nos EUA, e com câmbio automático de nove marchas para a China. É possível que a versão global do Chevrolet Blazer de sete lugares adote o 3.6 V6 de 309 cv. O Blazer é feito no México, na mesma fábrica que antes montava o Cruze. Embora a marca não confirme, rumores já apontam para um lançamento na América do Sul.