Variante deve receber o nome Blazer XL e estreará primeiro na China em 2020

Apelidado de SUV do Camaro, o novo Chevrolet Blazer estreou nos EUA com capacidade para 5 pessoas, refletindo o que acontece com seus rivais, como Ford Edge. Isso deve mudar em 2020, quando a marca irá introduzir uma variante alongada de 7 lugares. O site GM Authority ainda revela que a estreia acontecerá primeiro na China, onde o modelo apareceu em uma versão conceitual chamada FNR-CarryAll Concept, e pode ser batizado como Blazer XL.

Chevrolet FNR-CarryAll Concept

Esta nova versão do Chevrolet Blazer será maior do que a normal, crescendo dos 4,862 metros de comprimento para cerca de 5,0 m, enquanto o entre-eixos irá de 2,863 m para 2,867 m. Continua a usar a plataforma C1, a mesma do Traverse e de outros SUVs da GM, como o GMC Acadia. O comprimento extra faz com que o teto e as portas traseiras sejam alongados.

Afora os sete lugares, o Blazer XL deve manter muito do modelo de cinco lugares, usando o motor 3.6 V6 de 309 cv ou o 2.5 de 196 cv na versão de entrada. Há um terceiro propulsor exclusivo para a China, o 2.0 turbo de 240 cv. Todos eles trabalham com a transmissão automática de 9 marchas.

Sites norte-americanos sugerem que o Chevrolet Blazer XL pode ser vendido no Brasil e outros mercados onde o Traverse não é oferecido. Caso venha, tornaria-se o modelo topo de linha da GM brasileira, posicionado acima do Equinox. Como o SUV é produzido no México, conseguiria entrar nas cotas de importação no lugar do Tracker, já que o crossover compacto terá uma nova geração produzida no Brasil a partir de 2020. A fabricante até registrou partes do Blazer no INPI.

Fonte: GM Authority