Visual levemente modificado pode adiantar reestilização do modelo convencional

A Renault tem uma certa tradição em carros elétricos e híbridos. Durante evento prévio ao Salão de Paris do ano passado, na França, a marca apresentou o conceito K-ZE, um Kwid elétrico que se tornará realidade ainda em 2019 na China. Depois de flagras dos protótipos em testes, imagens de patente surgem no país oriental. 

O Renault Kwid elétrico deverá será lançado ainda em 2019 na China, se os planos da marca derem certo. Nas imagens de patente, podemos ver que ele está menos futurista que o conceito K-ZE, mas traz os faróis em LEDs e a ausência de uma grade dianteira - afinal, ele não precisa de refrigeração no cofre. O mais interessante é que este desenho deverá ser o mesmo aplicado no Kwid a combustão reestilizado. Por dentro, no lugar da tradicional alavanca de câmbio, há um seletor giratório. 

Informações indicam que a autonomia do Kwid elétrico será de cerca de 250 km, reforçando sua proposta urbana. A produção na China ocorrerá em parceria com a Dongfeng e, se a aceitação do público for positiva, será vendido também em países como Índia e Brasil, o que deve acontecer em 2021 caso a Renault não mude seus planos. 

Fonte: Bitauto