O maior evento da TV norte-americana rende boas publicidades

O Super Bowl é mais do que a principal partida de futebol americano no mundo. É um evento único, com apresentações de bandas no intervalo e dezenas de comerciais com orçamento milionário. E não é para menos, já que o jogo representa a maior audiência da TV norte-americana. As fabricantes aproveitam para divulgar suas novidades para os EUA e mostrar toda a criatividade, tentando divertir ou emocionar o público. Veja a seguir quais foram os 10 comerciais com carros do Super Bowl 2019:

Audi – Cashew

'

A Audi está investimento muito em sua linha de carros elétricos. Como a versão SUV do e-tron já foi revelada e começará a ser vendida nos próximos meses, a fabricante alemã focou seu esforço no e-tron GT, sedã elétrico que apareceu na versão conceitual no Salão de Los Angeles. O comercial brinca com o carro ser um modelo dos sonhos. E o que tem a ver a castanha-de-caju do título do vídeo? Não vamos fazer spoiler para não estragar a brincadeira...

Dodge – Big Game Blitz

'

Prefere comerciais com adrenalina? A Dodge preparou uma publicidade com seus carros preparados pela SRT, como o SUV Durango SRT ou o violento Dodge Demon, versão preparada do Challenger com 852 cv. Todos eles queimando pneu e fazendo drift em Georgia ao som de The Devil Went Down To Georgia, em um novo arranjo que combina com os sons dos motores – uma bela homenagem ao estado que sediou o Super Bowl deste ano.

Hyundai – The Elevator

'

Ao invés de mostrar um carro, a Hyundai preferiu dar destaque para seu novo sistema de compra online. Os clientes poderão usar um aplicativo para ver todos os preços da marca, preparar toda a papelada da compra antes mesmo de ir na concessionária fazer o pagamento e até agendar o test-drive, com a conveniência de escolher que levem o carro até o cliente ou até a loja mais próxima. O comercial brinca também com a ideia de que comprar um carro na concessionária é descer na vida, fazendo algo que ninguém gosta.

Jeep – Gladiator Crusher

'

A Jeep voltou a produzir uma picape, a primeira desde 1988. Para celebrar, o comercial para o Super Bowl faz uma jogada com a volta da Gladiator. A marca colocou uma versão antiga da picape para ser destruída no ferro-velho e, no meio do caminho, o veículo começa a se regenerar e destruir a prensa, adotando a carroceria da nova geração. É algo bem simples, mas que reflete bem a ressurreição (e a força) da picape.

Kia – Give It Everything

'

A Kia tomou o caminho da emoção, tentando atrair o público ao mostrar o novo Telluride como um carro feito em um lugar “desconhecido” – ele é produzido em West Point, no estado da Georgia. Foi a forma da Kia homenagear seus funcionários, dizendo que é uma cidade pequena e cheia de desconhecidos, mas que espera ser conhecida pelo que constroem. A Fiat-Chrysler tentou o mesmo em 2011, declarando seu amor por Detroit.

Lexus – Quarterback Safety System

'

Já que o tema da noite do Super Bowl é o futebol americano, a Lexus resolveu mostrar toda a tecnologia de segurança do UX de uma maneira irreverente, colocando tudo isso em um quarterback. Então, ao invés do sistema de isolamento acústico do carro, temos um capacete que converte xingamentos em elogios. Tem até o detector de ponto cego, que avisa o atleta que ele será atacado. Airbags para proteger o jogador também não foram esquecidos.

Mercedes-Benz – Say the Word

'

A grande novidade da nova geração do Classe A é seu sistema de comandos por voz, semelhante ao de outros assistentes como a Siri da Apple ou Alexa da Amazon. A Mercedes-Benz deu todo o destaque para essa função, mostrando como a vida seria mais simples se pudéssemos usar comandos de voz no dia-a-dia.

RAM – Can’t Remember

'

Tirar um sarro com seus rivais pode ser uma boa maneira de chamar a atenção. Foi o que a RAM fez neste ano, cutucando todas as outras fabricantes ao mesmo tempo (e até ela mesma). Dois cowboys conversam sobre o Super Bowl e seus comerciais favoritos até que, no finalzinho do vídeo, um deles diz que nem lembra sobre o que eram as publicidades, apenas o que acontecia nelas e critica que as empresas deveriam apenas mostrar o que estão vendendo.

Toyota – Toni

'

A Toyota esvaziou a carteira com duas publicidades. Uma delas é para o novo RAV4 Hybrid, traçando paralelos entre o carro e a atleta Antoinette “Toni” Harris, a primeira mulher a receber uma bolsa de estudos como jogadora de futebol americano e que quer ser a primeira mulher na NFL, no mesmo time que os homens. A Toyota aproveita isso para comparar as críticas feitas à ela com a do RAV4, de ser “pequena demais”, “fraca demais”, “lenta demais” ou que “nunca chegaria ao nível seguinte”.

Toyota – Supra

'

Já o outro comercial da Toyota foi dedicado à nova geração do Supra, com uma superprodução cheia de efeitos para mostrar o esportivo andando por aí. A fabricante colocou o novo Supra como se fosse uma bolinha de Pinball, andando pela máquina e tentando fugir dos obstáculos, com o uso óbvio de Pin Ball Wizard do The Who como trilha sonora.

Bônus: Walmart – Famous Cars

'

Tudo bem que ela foi divulgada há quase um mês e nem é sobre carros em si, mas vale pelo trabalho que o Walmart teve e pela homenagem aos carros mais famosos da cultura pop. O supermercado inaugurou um novo sistema de vendas online, em que o cliente só passa de carro depois para pegar as comprar sem ter que sair do veículo. Para demonstrar o sistema, usou vários veículos famosos, como o DeLorean de De Volta Para o Futuro, o Batmóvel, o Ecto-1 dos Caça-Fantasmas, o KITT de Super Máquina e até o Bumblebee de Transformers.

Fotos: reprodução