SUV começa a ser vendido em 7 versões, com opções de motor a diesel e gasolina

A Renault anuncia nesta semana na Índia o lançamento oficial do crossover Captur. Exatamente idêntico ao modelo vendido no Brasil e na Rússia (ou seja, mecanicamente diferente da versão europeia), o SUV começa a ser vendido localmente em 7 diferentes versões, com preços que variam entre 999 mil e 1,3 milhão de rúpias (respectivamente, R$ 50 mil e R$ 65 mil numa conversão direta). Sob o capô, duas são as opções de motorização: 1.5 a gasolina de 106 cv e 1.6 turbodiesel de 110 cv. O câmbio é sempre manual, sendo de 5 marchas no primeiro caso e de 6 no segundo. Por enquanto, não há oferta de transmissão automática ou tração AWD. 

Leia também:

Renault Captur Zen 1.6 manual

Assim como o Captur fabricado em São José dos Pinhais (fotos), o modelo indiano é construído sobre a plataforma do Duster. Na comparação com o modelo europeu, ele é mais comprido e significativamente mais alto, além de mais espaçoso internamente. Para conquistar o público local, a Renault apostará pesado na questão do design, oferecendo uma vasta gama de cores para a carroceria e opções de combinação bicolor (com tonalidades exclusivas para o teto). O interior basicamente não muda diante da versão vendida aqui e na Rússia, mas há detalhes projetados para agradar o gosto local, como plásticos e revestimentos claros no acabamento.

Renault Captur Zen 1.6 manual

Além de rivais conhecidos, como Ford EcoSport e Hyundai Creta, o Captur também enfrentará na Índia a concorrência vinda de modelos locais como o Maruti/Suzuki Vitara Brezza, Mahindra TUV300 e Tata Nexon.

Fotos: Arquivo Motor1.com

Renault Captur Zen 1.6 manual