A Honda está preparando um novo SUV compacto para a Índia, abandonando o projeto de ter um modelo menor que o HR-V para aquele mercado. Com o SUV menor ficando de fora dos planos da fabricante, principalmente por conta da pandemia, a ideia agora é ter um SUV maior e com duas configurações de assentos: um com 5 lugares e outro com capacidade para levar 7 passageiros.

Antes de falar dessa situação, precisamos explicar a diferença dos segmentos na Índia. Por lá, carros como Hyundai Creta, Nissan Kicks e Renault Duster são SUVs médios, enquanto os compactos são os modelos com 4 metros de comprimento, como os recém-lançados Nissan Magnite e Renault Kiger. No caso do Brasil, Creta, Kicks e Duster são compactos enquanto o Magnite será um subcompacto.

As informações são do site Autocar India, que afirma que o SUV subcompacto previsto anteriormente era um inédito modelo com base no Amaze - um sedã com 3,99 metros de comprimento comercializado na Índia. O SUV seria uma solução no lugar do Honda HR-V, que até chegou a ser cogitado por lá em 2019, mas acabou sendo descartado por ser caro de produzir localmente, já que teria apenas 30% de nacionalização, além de não receber os benefícios fiscais dados a carros com até 3,99 m (o HR-V tem 4,29 m de comprimento).

Com isso o HR-V não teria como ser competitivo. Dessa forma a Honda também não teria uma margem de lucro boa para trabalhar e por isso também acabou descartando o HR-V na Índia. Por isso a solução acabou sendo entrar na categoria abaixo com 4 metros de comprimento, criando um modelo baseado no Amaze, que seria um pouco menor que o HR-V e previsto para ser lançado em 2022.

Vale lembrar que o plano original da Honda para o mercado indiano era de lançar dois SUVs, um de porte compacto e outro médio. Mas a pandemia da Covid-19 atingiu fortemente a indústria automotiva, o que fez que boa parte das montadoras congelassem seus investimentos ou implantassem seus recursos em mercados e produtos mais lucrativos. Foi nesse cenário que a empresa acabou focando no desenvolvimento do SUV compacto baseado no Amaze, já que ele exigiria um investimento menor.

Só que a Honda demorou demais e, neste meio tempo, o segmento dos subcompactos cresceu com 10 modelos diferentes nas lojas, dificultando a competitividade. Já no andar de cima, existem poucos concorrentes, embora a categoria esteja crescendo com o novo Creta e a chegada do Volkswagen Taigun (o T-Cross indiano).

Honda Amaze
Honda Amaze
Novo Honda City 2021
Novo Honda City 2021

Isso posto, a ideia agora é produzir um SUV um pouco maior, com aproximadamente 4,3 metros (ou mais) e baseado na plataforma do City – cuja geração do mercado indiano é mais comprida e larga que o modelo vendido no Brasil. Ao usar a plataforma do City, a marca japonesa conseguiria enxugar os custos e de quebra poderia aumentar a quantidade de equipamentos no novo utilitário. Vale lembrar que o HR-V que ainda é vendido no Brasil usa a plataforma do City anterior.

O SUV é internamente conhecido como S-SUV e possivelmente será bastante parecido com a versão de produção do SUV-conceito N7X, revelado em maio na Indonésia. Além disso, a fabricante registrou recentemente a marca "Elevate" na Índia, o que pode adiantar o nome do novo SUV da Honda.

Para a Índia, há rumores que o Elevate contaria com duas versões como falamos no início desta nota: uma com 5 lugares, que brigaria com Hyundai Creta, Kia Seltos, e Nissan Kicks, enquanto a variante de 7 lugares miraria no Hyundai Alcazar (o Creta de 7 lugares), Tata Safari e MG Hector Plus.

Para reduzir os custos de produção, o novo SUV médio teria nacionalização de mais de 90% de seus componentes. É esperado também que o novo "Elevate" conte com motores 1.5 a gasolina de 121 cv e 1.5 a diesel de 100 cv e 20,39 kgfm de torque disponível para o atual City, por exemplo. O câmbio automático CVT deverá ser padrão. Por fim, a arquitetura elétrica e eletrônica deve vir do antigo BR-V, tudo com o objetivo de enxugar ainda mais os custos. De contrapartida, isso poderia acabar limitando a quantidade de equipamentos entre outros recursos para o novo utilitário.

Resta saber se a Honda vai recuperar o terreno perdido entre os SUVs na Índia, já que a mudança de um micro-SUV para um de porte compacto acabou atrasando o cronograma da empresa. Antes previsto para 2022, o inédito utilitário deve surgir somente no final de 2023. Pensado para mercados emergentes, será que ele seria uma boa aqui para o Brasil? 

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com