Nova geração intensifica testes para estreia em 2022

Flagrada pela primeira vez em fevereiro, a nova geração da perua Dacia Logan MCV volta a dar as caras em intensa bateria de testes na neve. Assim como os irmãos Logan sedã e Sandero, a station passará por remodelação completa e passará a ser construída sobre a plataforma modular CMF-B. Protótipos chama atenção pelo porte e antecipam que perua crescerá consideravelmente, ganhando referências de minivan.

Nesse sentido, a traseira será reta e equipada com enormes lanternas verticais - bem ao estilo das peruas da Volvo. Laterais, por sua vez, chamam atenção pelo teto alto e tamanho avantajado das portas traseiras (largas e pensadas para facilitar o acesso dos ocupantes à cabine). Haverá espaço para até 7 passageiros, dispostos em três fileiras de assentos (exatamente como na 1ª geração da MCV).

Galeria: Novo Dacia Logan MCV 2022 - Flagra

Mecanicamente, a plataforma CMF-B será a mesma do Logan e do Sandero, mas com distância entre-eixos alongada. Maior e mais espaçosa, a MCV poderá substituir a minivan Lodgy e até mesmo ganhar uma versão comercial para ocupar o lugar do multiuso Dokker. Na prática, será a estratégia ideal para a marca cobrir a mesma faixa do mercado com apenas um modelo no lugar de três.

A gama de motores também não deve mudar em relação aos irmãos, com destaque para os propulsores 0.9 TCe de 90 cv e 1.0 TCe de 100 cv (ambos turbo e de 3 cilindros). Pelo porte superior, o 1.3 turbo também poderá ser ofertado para dar conta de carregar os 7 passageiros e a bagagem. O câmbio poderá ser manual ou automático CVT.

A estreia é aguardada para 2022, com foco nos principais mercados da Dacia na Europa. Ao contrário do Logan e do Sandero, não há previsão de lançamento da perua com o logo da Renault.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com