Ao contrário do que diziam rumores, carroceria familiar seguirá firme e forte na gama

Na contramão do que apontavam rumores, a Dacia não abandonará o segmento de peruas compactas na Europa e seguirá firme e forte com o modelo Logan MCV. Conforme apontam as imagens deste flagra, a station ganhará uma geração inteiramente nova e acompanhará a reformulação dos irmãos Logan sedã e Sandero. A carroceria em estágio final indica desenvolvimento adiantado e já permite palpites sobre o design.

Nesse ponto, os protótipos chamam atenção pelo porte avantajado e jeitão de minivan - bem ao estilo da Logan MCV de 1ª geração e, ao mesmo tempo, distante da pegada de perua compacta tradicional do modelo atual. A dianteira será basicamente a mesma dos irmãos e o exemplar das fotos, em particular, exibe frente idêntica à do Sandero Stepway (que conta com para-choque mais robusto, grande exclusiva e capô com vincos mais evidentes).

Galeria: Dacia Logan MCV 2022 - Flagra

Já a traseira será reta e equipada com enormes lanternas verticais bem ao estilo das peruas da Volvo. Laterais, por sua vez, chamam atenção nos protótipos pelo teto alto (elevado em alguns centímetros em relação ao Logan sedã) e pelo tamanho das portas traseiras (grandes e pensadas para facilitar o acesso dos ocupantes à cabine).

Falando em ocupantes, o porte geral da carroceria indica que haverá espaço suficiente para acomodar até 7 passageiros, dispostos em três fileiras de assentos (exatamente como na 1ª geração da MCV). Com essa configuração, a station poderá substituir a minivan Lodgy, como apontavam rumores.

Mecanicamente, a plataforma CMF-B será a mesma do Logan e do Sandero, mas com distância entre-eixos alongada. A gama de motores também não deve mudar, com destaque para os propulsores 0.9 TCe de 90 cv e 1.0 TCe de 100 cv (ambos turbo e de 3 cilindros). Pelo porte superior, o 1.3 turbo também poderá ser ofertado para dar conta de carregar os 7 passageiros e a bagagem. O câmbio poderá ser manual ou automático CVT.

A estreia é aguardada para 2022, com foco nos principais mercados da Dacia na Europa. Ao contrário do Logan e do Sandero, não há previsão de lançamento da perua com o logo da Renault.