Novo sedã será vendido primeiro na Turquia, mas pode chegar também ao Brasil

Apresentado pela primeira vez em março, o sedã Taliant, da Renault, acaba de ter novos detalhes oficiais divulgados. Considerado a variante francesa da nova geração do Dacia Logan, o modelo foi desenvolvido par atuar em mercados onde a marca romena não está presente, sendo o primeiro deles a Turquia. Chegará depois a países da África, Oriente Médio e acumula grandes chances de desembarcar também no Brasil.

Na comparação com o Logan, o Taliant se diferencia especialmente pela adoção da identidade visual da Renault. A dianteira tem faróis com formato mais caprichado, LEDs diurnos integrados, grade única com logotipo destacado e para-choque mais integrado ao desenho. Por sua vez, a traseira adota lanternas pontiagudas que invadem a tampa do porta-malas e passam maior sensação de refinamento.

Galeria: Renault Taliant 2022 - Fotos oficiais

O interior, até então desconhecido, acompanha a receita do exterior com voltante exclusivo, painéis de porta únicos, saídas de ventilação reformuladas e comandos do sistema de ar-condicionado próprios. O sistema multimídia mantém a tela de 8 polegadas, assim como a compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto. O freio de estacionamento é por alavanca nas versões simples e eletrônico nas mais caras.

Ao todo, o carroceria mede 4.396 mm de comprimento, 1.848 mm de largura, 1.501 mm de altura e 2.649 mm de distância entre-eixos (exatamente as mesmas medidas do Dacia Logan). A plataforma é a mesma CMF-B, do grupo Renault.

Renault Taliant

Renault Taliant no Brasil

Apesar de aguardado com bastante expectativa, o lançamento dos sucessores de Sandero e Logan ainda não está confirmado no Brasil. Em anúncio recente, o CEO global Luca De Meo até anunciou investimentos da ordem de R$ 1,1 bilhão para o mercado nacional, mas não para a chegada dos compactos. O montante será aplicado no projeto do SUV Bigster, que ficará posicionado acima do Captur para concorrer principalmente com o Jeep Compass.

Ainda assim, nada está descartado. Especulações apontam que ambos poderão ganhar refinamento, adotar design próprio em relação aos Dacia e até mudar de nome para subir de patamar no mercado - exatamente a proposta apresentada pelo Taliant. A nova estratégia da Renault será dar prioridade a produtos com maior valor agregado e, consequentemente, com maiores margens de lucro.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com