Crossover será o primo global do Hyundai Creta e tem chances de vir ao Brasil

Enquanto a Hyundai trabalhava no pequeno Venue, seu menor SUV e que ficará abaixo do Creta em muitos mercados, a Kia desenvolve um novo modelo. Diferente da marca irmã coreana, o novo modelo será maior e disputará espaço no mesmo segmento que o Creta.

Adiantado em dois conceitos, o SP e o Signature Concept, agora a Kia mostra os traços da versão final. 

O novo SUV compacto da Kia ainda não tem nome revelado. Os rumores mais fortes falam que pode ser batizado como Tusker. Em relação aos esboços, o design indica que deve ser muito parecido com o SP Concept, se diferenciado por componentes mais reais como os faróis finos em LED integrados à nova grade frontal (que ainda utiliza o estilo “nariz de tigre” da empresa). O para-choque traz três lâmpadas na vertical, que devem funcionar como faróis de neblina.

No segundo desenho, podemos ver a traseira do crossover, com lanternas que formam um C, interligados por uma barra cromada com o logo da empresa. A Kia fez questão de destacar que terá luzes em LED no mesmo formato. Como é um conceito, está mais largo do que realmente será e com uma tampa do porta-malas um pouco impraticável.

Mais do que seu design, o mistério sobre o Kia Tusker é sua motorização. A mídia indiana, que está acompanhando o lançamento de perto, diz que ele será equipado com um 1.4 turbo de quatro cilindros e um 2.0 aspirado, adotando uma transmissão automatizada de dupla embreagem e 7 marchas, sempre com tração dianteira.

A ideia do Kia Tusker é ser um SUV compacto de porte e preço próximo do Hyundai Creta. Acabará por ocupar o espaço de outros dois crossovers; o chinês KX3 e o Stonic (este último baseado no hatch Rio). O Tusker irá unificar a oferta no segmento para o mercado global, ao invés de trabalhar com dois modelos completamente diferentes e com portes diferentes – o Stonic é praticamente uma versão cross do Rio.

Até o momento, o Kia Tusker está confirmado somente para Coréia do Sul e Índia, mas a fabricante diz que ele é um modelo global. Nos EUA, ele já é cotado aproveitando a popularidade dos SUVs no país. No Brasil, o Grupo Gandini, importador oficial da Kia, disse no Salão do Automóvel de São Paulo do ano passado que descartou o Stonic e também o KX3, mas havia dito que estava esperando um um outro modelo que seria feito com a mesma plataforma do porte do Cerato. A base do Tusker não foi confirmada, só que tudo leva a acreditar que aproveitará a arquitetura do Creta (que é a mesma do Cerato).