Greve e Copa impactaram vendas, mas produção e exportação seguem em alta

Em uma coletiva marcada pela assinatura do Rota 2030 na noite anterior, a Anfavea divulgou os números de produção, emplacamentos e exportação do primeiro semestre e de junho de 2018. Embora impactada pela greve do caminhoneiros, praticamente todos os índices foram positivos. A Associação também aproveitou para revisar da previsão para o fechamento de 2018 após os primeiros seis meses do ano. 

Leia também:

A produção de automóveis registrou 20,5% de crescimento em comparação com maio, com 244.726 unidades. Em comparação com o mesmo mês de 2017, são 20,8% a mais. O acumulado do semestre é de 1.369.986 unidades, ou 12,6% a mais que 2017. Segundo a Anfavea, o número veio com a indústria acelerando para repor o perdido com a greve dos caminhoneiros e preparação dos estoques para os meses de julho e agosto, normalmente bons para as vendas. 

 
  Junho/2018 Maio/2018 1º semestre/2018
Produção 244.726 203.081 1.369.986

Em emplacamentos, o número não é tão positivo. Com apenas 79 unidades a mais, o mês não teve crescimento em comparação com maio. Em comparação com junho de 2017, são apenas 3,1% a mais. No semestre, são 1.129.156 unidades, 13,7% de crescimento quando lado a lado com o período de 2017. 

  Junho/2018 Maio/2018 1º semestre/2018
Emplacamentos 195.370 195.291 1.129.156

Na área de exportação, junho foi melhor que maio. Com 61.507 unidades, são 5,3% de crescimento. Porém, é um número 4% menor que junho de 2017. No acumulado do semestre, são 359.950 unidades, 0,2% a mais que o mesmo período do ano anterior. Com a Argentina e México revendo seus pedidos, a expectativa é que os números não cresçam como o esperado. 

  Junho/2018 Maio/2018 1º semestre/2018
Exportação 61.507 58.387 359.950

Previsões revistas para o segundo semestre

A Anfavea divulgou suas previsões para 2018 revistas após o primeiro semestre, em comparação com 2017. No geral, foram reduzidas, já que o segundo semestre costuma ter crescimento mais tímido que o primeiro. 

  Previsão em janeiro/18 Previsão revista
Produção 2.935.000 (+13%) 2.906.000 (+12%)
Licenciamento 2.422.000 (+11,3%)

2.422.000 (+11,3%)

Exportação 758.000 (+4,0%) 729.000 (+0%)