Crossover será produzido em Porto Real (RJ) e chegará às lojas no segundo semestre

Ao mesmo tempo em que ajusta os preparativos para o lançamento oficial já confirmado para os próximos meses, a Citroën segue trabalhando intensamente na nacionalização do crossover C4 Cactus. Principal novidade da marca neste ano no Brasil, o modelo chegará ao mercado no segundo semestre com a missão de ganhar terreno entre os SUVs compactos, apostando no design como grande diferencial. O visual seguirá a recente reestilização aplicada na Europa, mas com detalhes inéditos e pensados exclusivamente para o público brasileiro.

Leia também:

Conforme adiantam as imagens deste flagra (captadas por Lúcia Cedeçari nos arredores de Penedo, no Rio de Janeiro), o C4 Cactus brasileiro terá diferenças no formato do para-choque traseiro, desenho das rodas e, principalmente, nos vidros de trás. Neste aspecto, aliás, a mudança terá caráter funcional, já que as janelas terão acionamento convencional (ou seja, subirão e descerão normalmente) e não serão fixas como acontece na versão europeia.

Galeria: Citroën C4 Cactus 2018

Na mecânica, a gama de motores será formada pelos conhecidos motores 1.6 FlexStart de até 118 cv e 1.6 THP de até 173 cv. O câmbio poderá ser manual de 5 marchas ou automático de 6, sempre com tração dianteira. Toda a produção será concentrada na fábrica de Porto Real (RJ), onde já são feitos os modelos C3 e Aircross, além dos Peugeot 208 e 2008.

Um detalhe interessante é que a produção brasileira abastecerá praticamente toda a América do Sul, incluindo países como Argentina, Uruguai, Paraguai e Colômbia.

Fotos: Lúcia Cedeçari e Arquivo Motor1.com

Galeria: Citroën C4 Cactus - Flagra