O ano está acabando, mas ainda tem novidade para chegar às concessionárias

Estamos para entrar nos últimos dois meses de 2020, um ano bem conturbado que obrigou as fabricantes a mexerem em toda a sua estratégia de lançamentos, cancelando alguns e adiando outros. Ainda assim, temos algumas novidades previstas ainda para este fim de ano, duas delas com apresentação marcada para as próximas semanas. Vão desde reestilizações, como a Toyota Hilux e SW4, passando por novas gerações como Nissan Versa e até uma modificação leve como a VW Amarok V6 de 258 cv. Confira a seguir:

Audi A4 reestilizado

Audi A4 2020

O Audi A4 já foi um dos carros mais importantes da fabricante alemã no Brasil. No entanto, desde que a geração atual chegou ao Brasil, em 2016, foi perdendo espaço no mercado. O sedã foi renovado na Alemanha em 2019, para deixá-lo mais próximo dos últimos lançamentos da marca e adicionar ainda mais tecnologia, como a nova central multimídia de 10,1” sensível ao toque e versões híbridas-leves de 12V.

A Audi do Brasil confirmou que o A4 renovado será lançado ainda neste ano, embora não tenha dado mais detalhes ainda (deve vir também na perua Variant). Na Europa, é vendido com o motor 2.0 turbo, nas versões de 150 cv, 204 cv e 265 cv. Existe chances de que um destes motores venha ao Brasil com sistema híbrido-leve, para demonstrar a tecnologia, mas não descartamos que mantenha o 2.0 TFSI Ultra de 190 cv usado no modelo atual.

Mercedes-Benz GLS

Galeria: Mercedes-Benz GLS 2020

Depois de lançar o GLB, a Mercedes-Benz aposta em mais um SUV de 7 lugares no Brasil, desta vez mirando em um público com ainda mais dinheiro para gastar – afinal, é o topo da linha de utilitários da empresa. A nova geração do GLS chega ao país quase um ano depois da estreia global e o lançamento está confirmado para o final de novembro. A primeira configuração deve ser a 580 4Matic, com motor 4.0 V8 biturbo de 489 cv e 71,2 kgfm, combinado a um sistema híbrido-leve de 48V. A transmissão é automática de 9 marchas com tração integral.

Nissan Versa

Coadjuvante durante anos, o Nissan Versa nunca conquistou um espaço de destaque no segmento do sedãs. A fabricante quer mudar essa história com a nova geração do modelo, agora importada do México e com um design muito mais atraente, tentando repetir a fórmula do Kicks: motor 1.6 aspirado (de 118 cv) em um carro leve, mais dinâmico e bem equipado.

Falta pouco para o novo Versa chegar ao país: a apresentação oficial acontecerá no dia 28 de outubro, com a fabricante inclusive já tendo divulgado fotos do desembarque no Brasil. Serão quatro versões: Advance manual, Advance CVT, Exclusive CVT e Platinum CVT. Entre os equipamentos estarão o painel de instrumentos com tela TFT de 7”, central multimídia com display de 7” compatível com Android Auto e Apple CarPlay, alerta de ponto cego, câmera 360°, frenagem automática de emergência e mais. Os preços deverão ficar entre R$ 80 mil e 100 mil.

Toyota Hilux e SW4

A principal novidade da Toyota para 2020 é a reestilização da Hilux e do SW4. Tanto a picape quanto o utilitário ganharam um novo design, já mostrado para o resto do mundo, alterando toda a frente de ambos, com nova grade, faróis e para-choque, enquanto a traseira traz lanternas em LED. É o suficiente para que o visual continue fresco por mais alguns anos, até a próxima geração – prevista para 2024 e com uma nova plataforma.

O destaque mesmo estará na motorização, com uma atualização do motor 2.8 turbodiesel. A Hilux finalmente passará dos 200 cv de potência, alcançando os 204 cv (antes eram 177 cv). Já o torque pula de 45,9 kgfm para 51 kgfm, deixando a picape japonesa em um patamar mais próximo de rivais como Chevrolet S10 e Ford Ranger. A mesma mudança será feita no utilitário SW4, mas ainda não há informação sobre o motor 2.7 Flex de 163 cv. A apresentação é esperada para novembro na Argentina, com chegada ao Brasil logo em seguida.

Volkswagen Amarok V6 258 cv

Galeria: Volkswagen Amarok V6 Black Style

A nova geração da Volkswagen Amarok será lançada apenas em 2022, feita em parceria com a Ford. Enquanto isso, a fabricante traz uma mudança que já foi feita na Europa, com uma nova calibração para o motor 3.0 V6 turbodiesel, que eleva a potência da picape dos atuais 225 cv e 56,1 kgfm para 258 cv e 59,1 kgfm. Com o overboost acionado (basta cravar o acelerador no fundo), chega a 272 cv.

Esta alteração já foi aplicada na Amarok produzida na Argentina e a fabricante anunciou que o lançamento no Brasil acontecerá no dia 29 de outubro. Se seguirmos o que aconteceu no país vizinho, todas as versões com o 3.0 V6 receberão esta atualização e ainda haverá uma nova variante chamada Black Style, que adota detalhes e acabamento em preto. Será posicionada como a versão mais cara, acima da Extreme V6, e deve passar dos R$ 250 mil (a Extreme anterior custava R$ 241.280).

Galeria: Novo Nissan Versa - Desembarque no Brasil