Concessionários no país vizinho já começaram a realizar reservas para a picape renovada

Renovada no resto do mundo, a Toyota Hilux está bem próxima de mudar. Produzida na Argentina para o nosso mercado, a picape média já prepara sua estreia no país vizinho. O site Argentina Autoblog revela que os concessionários iniciaram as reservas do veículo, com a promessa de realizar as entregas em novembro. No Brasil, o lançamento é esperado também para o final do ano.

Um dos concessionários na Argentina está pedindo que os clientes paguem uma reserva de 150 mil pesos argentinos (cerca de R$ 10,6 mil), além de dizer que o veículo será entregue em novembro. "Veja o futuro nos olhos. Mais potência. Mais segurança. Mais tecnologia. Tenha antes de todo mundo", diz o anúncio da concessionária Nippon Car. Oficialmente, a Toyota Argentina nega a existência de uma pré-venda.

external_image

Além desta indicação dos concessionários, o Argentina Autoblog ainda apurou que a fábrica em Zárate já iniciou a produção das primeiras unidades pré-série da Hilux 2021, como revelado por fornecedores locais. Por aqui, Motor1.com apurou que a Toyota iniciou os testes da picape em solo brasileiro, então esperamos por flagras dela nas próximas semanas.

Como já falamos antes, a Toyota Hilux adotou um novo visual, alterando a grade dianteira para que tenha um desenho mais robusto. Na Ásia, ela é oferecida com dois estilos diferente. Além da entrada de ar, os faróis tem novo formato e o para-choque foi redesenhado. A traseira conta com lanternas em LED.

Ela também ficou mais potente, com uma atualização no motor 2.8 turbodiesel. Ele passou dos 177 cv e 45,9 kgfm da versão atual para 204 cv e 51 kgfm, um ganho de 27 cv e 5,1 kgfm. É uma mudança importante, pois faz com que ela fique mais próxima das rivais como Ford Ranger e Chevrolet S10, todas 200 cv ou mais.

Galeria: Nova Toyota Hilux 2021

A Toyota Hilux 2021 é esperada para o final do ano no Brasil. Se o lançamento na Argentina será em novembro, então veremos a picape por aqui no mesmo mês ou em dezembro, já que ela vem importada de ar. Ela será acompanhada do utilitário SW4, que também foi renovado e traz as mesmas mudanças na mecânica.