Versão do Escort para o mercado americano era diferente do que foi vendido no Brasil, este baseado no europeu

O Ford Escort XR3 sem dúvida foi um dos esportivos nacionais mais marcantes da indústria automotiva do Brasil. Equipado inicialmente com seu motor 1.6 CHT de somente 82,9 cv, ele mudou de patamar anos depois quando adotou o motor AP1800S 1.8 de 99 cv da Volkswagen na época da Autolatina. E para quem não sabe, o modelo foi vendido nos EUA com carroceria um pouco diferente, com sua versão esportiva sendo batizada de Escort GT.

E foi uma versão dessa que foi leiloada nos Estados Unidos neste mês, uma unidade bastante nova que marcava 28.000 milhas no hodômetro, ou 45.000 quando convertemos para quilômetros rodados. O Escort GT era uma versão vendida nos Estados Unidos equivalente ao nosso Escort XR3, mas que trazia desenho exclusivo por lá, enquanto o nosso tinha o mesmo desenho do modelo europeu.

Galeria: Ford Escort GT 1988

Este Escort GT trata-se de uma unidade 1988, que já trazia os para-choques envolventes de plástico com faróis de neblina integrados – algo que foi novidade na segunda metade daquele ano no mercado. Antes, o Escort americano também contava com para-choques de ferro igual ao nosso, apesar de partes da peça contarem com acabamento em plástico.

Ford Escort GT 1984
Ford Escort GT 1984
Ford Escort GT 1984
Ford Escort GT 1984

Nesse Escort GT 1988 ½ (nome que davam na época), ele também recebia nova grade dianteira, saias laterais, spoiler traseiro e lanternas – essas menores e com uma moldura plástica que ocupava boa parte da traseira. As rodas de liga-leve 15 polegadas são calçadas com pneus Bridgestone 195/60, que foram instalados em 2011.

Quando vemos a parte interna, este exemplar parece mesmo ter apenas 45 mil km rodados tamanho o estado de conservação da cabine, que traz um padrão de revestimento com tecido na cor bege. Uma bela combinação com a carroceria totalmente preta que recebeu um belo polimento para ficar ainda mais brilhosa. Se for para apontar algo num estado não tão bom assim, é a borracha de vedação da janela do lado do motorista – algo apontado pelo próprio site que leiloou o carro.

Ford Escort GT 1988

Voltando para dentro, esse Escort GT traz bancos com abas mais pronunciadas com a seção central com acabamento perfurado, encostos de cabeça vazados e cintos de segurança motorizados – tecnologia que era moda na década de 1980, mas que acabou abolida com o passar do tempo devido as leis de segurança dos EUA. Apesar que esse sistema de cinto motorizado era mais um recurso estético para impressionar os amigos do que um item propriamente prático.

Ford Escort GT 1988
O relógio digital típico do Del Rey está presente
Ford Escort GT 1988
Motor 1.9 rende 115 cv

Entre os equipamentos, destaque para o ar-condicionado, controle de cruzeiro, bancos traseiros rebatíveis, tapetas de carpete com o logo Escort bordado e sistema de som “raiz” com toca-fitas e rádio AM/FM. Lembra o relógio digital do Del Rey aqui no Brasil? Um modelo similar também equipa esse Escort americano. 

Debaixo do capô, quem faz as honras é um motor CVH 1.9 de saudáveis 115 cv e 16,59 kgfm de torque, que neste carro trabalha em parceria com um câmbio manual de 5 marchas. O nosso Escort XR3 com motor AP1800S Volkswagen não ficava tão atrás assim com seus 99 cv declarados (dizia-se na época que era mais, mas acabou sendo reduzida na ficha técnica para recolher menos IPI) e 16 kgfm, embora os primeiros XR3 com motor 1.6 CHT não fizesse jus ao estilo esportivo do notchback.

Ford Escort GT 1988

Mecanicamente, o único problema no carro é algo fácil de resolver: o sensor de temperatura não funciona. No mais, o Escort GT recebeu uma bomba de combustível nova em maio de 2020, além de novos discos e pastilhas de freio. Por fim, essa unidade ficou a maior parte em estados mais secos como California e Nevada nos EUA, se mudando para o clima praiano da Flórida somente no ano passado.

Esse clássico Escort GT ficou disponível num leilão americano do site Bring A Trailer por seis dias, sendo arrematado na semana passada (dia 13 de julho) por US$ 13.750 dólares – R$ 71.347 em conversão direta. O comprador leva para casa ainda o manual do proprietário original e os livretos do histórico de manutenção do modelo.

E você, prefere o nosso Escort XR3 ou o Escort GT dos americanos?

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com