Apesar de ajudar a restaurar diversos Ford, ele ainda não conseguiu ter um Escort para chamar de seu

O mundo dos carros antigos sempre esteve envolto em um certo glamour dos grandes eventos, mas boa parte desse mercado é feita por muitos personagens anônimos, fãs de seus carros antigos populares. Alessandro Zioni é fã da linha Escort, inspirado pelo pai e pelo avô, Angelo Zioni, um conhecido filatelista. Na juventude, viu nascer o Escort, carro mundial da Ford, que foi uma sensação nos anos 1980 com as propagandas com o piloto Ayrton Senna e as versões esportivas como o XR3.

Engenheiro mecânico de formação, aprendeu com o pai a transformar veículos como um Passat LS 1975 convertido em um "Audi", inspirado nos modelos Dacon, e do qual não se tem notícia até hoje. Zioni lembra que nos anos 1970 o pai tinha uma Brasília como carro de uso, comprou e vendeu raridades como o Ford 1929, Fiat Topolino, Ford 1948 e os então desvalorizados Dodge Dart e Fuscas de todo o tipo eram vendidos na Feira Livre do Automóvel, atual Feirão Auto Show no Anhembi.

Escort Pace Car

O primeiro Escort de Zioni foi um XR3 Branco, da série especial Pace Car, adquirido seminovo pelo primo, mas sofreu uma forte colisão frontal. Este carro tinha rodas na cor branca, foi reformado e deveria ficar com Zioni, mas teve que ser vendido por questões de família. Depois veio um segundo Escort que também foi vendido para quitar dívidas do pai, que segundo nosso personagem, era um excelente profissional mas um administrador de bens razoável.

Collection - Ford Escort

Zioni se casou, teve o primeiro filho, se separou e queria mesmo realizar seu sonho. Foi quando em 2006, já estabelecido profissionalmente, surgiu o terceiro carro, um GL 1984. A virtude da linha Escort, segundo Zioni, é o preço acessível pela mecânica CHT (ou mesmo AP, da Volkswagen, em algumas versões) com muitas peças de reposição, mas com a dificuldade de se encontrar acabamentos plásticos e outros detalhes. Assim mesmo, iniciou a restauração do Escort GL e depois adquiriu outro carro, ano 1986, mas não conseguiu concluir nenhum dos veículos.

Algum tempo depois, deixando um pouco de lado a trabalhosa restauração da dupla, conheceu sua segunda esposa e começou a procurar um carro em condições de uso: um Escort XR3 preto com teto solar, configuração rara do hatch, adquirido por R$ 1.600 também no Feirão Auto Show. "Fiquei com ele pouco tempo, viajei com minha ex-esposa que estava esperando meu segundo filho, foi incrível essa época porque eu estava curtindo o carro como sempre sonhei", relata emocionado.

Collection - Ford Escort

Logo depois os planos mudaram e o orçamento ficou curto após uma demissão. Com dois carros por terminar, ficou sem dinheiro, sem carro e vendeu o Escort XR3. Ao vender peças que restaram dos dois modelos surgiu uma nova oportunidade: um Escort 1989 turbo já equipado com motor AP no ano de 2012. "Era idêntico ao meu sonho dos 18 anos de idade, um carro forte, usável no dia a dia, que tinha bom preço", relata. Mesmo sob os protestos da esposa, pegou avião e foi para Santa Catarina para buscar o carro. Ao iniciar a viagem de retorno, não havia verificado a trava do capô e após uma aceleração mais forte na estrada, a peça se soltou, quebrou o parabrisa, amassou o teto, mas não impediu que Zioni cumprisse o trajeto de retorno. Zioni considera que o Escort turbo foi seu grande carro mas que deu trabalho devido ao acerto mecânico. "Tudo que você precisa mexer num carro turbo fica mais caro então também fui vítima de maus profissionais de mecânica, elétrica, e sem mais orçamento disponível, até porque não tinha emprego fixo à época e também coloquei o carro à venda".

Questão de sobrevivência

Com pouco dinheiro pra comprar peças, passou a ver as oportunidades de fazer algum dinheiro comprando carros sucateados. Chegou a comprar vários Escort em parceria com amigos. Morando com o pai, que sofre de Parkinson, usava cada canto do apartamento como depósito de peças que comprava e vendia. "Mesmo fazendo um ou outro trabalho de consultoria não era suficiente e vendia peças que comprava em lote, mas só peças de Ford Escort e cheguei a colocar porta do carro na cozinha, lateral no corredor de casa, e assim me virava", conta.

Collection - Ford Escort

Quando o filho mais velho teve dificuldades na escola, Zioni então se mudou para o Santa Catarina com o pai e mesmo assim não abandonou seu sonho. Chegou a comprar um Escort por R$ 2.500 e aguardava a entrega do recibo do proprietário quando quatro dias após o vencimento do licenciamento teve o veículo apreendido. Então, após um tempo em São Paulo, decidiu voltar a Santa Catarina, próximo do pai e mais perto do primeiro filho e recomeçar a vida mantendo seu sonho.

3.000 quilômetros de viagem

A bordo de um Escort vermelho que comprou por R$ 800 na cidade onde mora e com várias entregas de peças para serem feitas e outras para serem retiradas no Rio de Janeiro, Zioni iniciou no mês passado uma viagem até Curitiba, depois foi a São Paulo e finalizou a primeira etapa em Resende/RJ. "Lá fui buscar peças de um XR3 Benetton e um XR3 Laser, modelos raríssimos, e coloquei tudo dentro do Escort vermelho, fui a Campos dos Goytacazes e retornei para o Sul", conta. No meio do caminho teve percalços causados por superaquecimento, mas que não danificaram o motor mas atrasaram bastante o cronograma de volta, além de duas trocas de rolamento e uma de embreagem. "Fui sem muito dinheiro no bolso, levei a comida de casa e passei algumas refeições sem poder comer pois mal tinha o dinheiro contado para a viagem de retorno", conta o entusiasta.

Galeria: Collection - Ford Escort

O sonho ainda não foi realizado: ter um belo Escort em casa para poder passear e viajar para visitar os filhos. De certa forma, Zioni está perto do seu sonho. Já tem mais de 1.500 clientes cadastrados que procuram ajuda e principalmente peças para seus antigos Escorts. Recentemente soube de um Escort Benetton à venda por R$ 8 mil reais e já mira no próximo passo: "Tenho R$ 7 mil em orçamento para peças. De repente é o meu sonho que vai se realizar". Esses entusiastas são mesmo incorrigíveis.

O AutoShow Collection é parceiro do Motor1.com Brasil. O evento acontece sempre na primeira terça-feira de cada mês, mas durante o mês de julho, ocorrerá em todas as terças-feiras. Reúne carros clássicos e modificados no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo (SP). Para mais informações, acesse www.autoshowcollection.com.br