Mentira antecipada de 1º de abril fez as ações da marca subirem até 12,5% na bolsa antes de ser desmentida

A brincadeira de 1º de abril antes da hora da Volkswagen ainda vai dar dor de cabeça para a fabricante. A Comissão de Valores Mobiliários (Securities and Exchange Commission, conhecida como SEC) está investigando a fabricante após a mentira de que mudaria o nome para "Voltswagen", para determinar se isso realmente afetou o valor das ações da empresa. A informação foi revelada pelo jornal alemão Der Spiegel.

Os detalhes sobre a investigação ainda são escassos no momento, embora a própria Volkswagen tenha confirmado para a Der Spiegel que a SEC pediu informações sobre a subsidiária nos Estados Unidos. A empresa destaca que está cooperando com as autoridades, porém não disse mais do que isso.

Galeria: Volkswagen ID.4 GTX 2022

Esta confusão toda começou poucos dias antes do 1º de abril, quando a Volkswagen "acidentalmente" deixou vazar um comunicado de que iria mudar o nome. No dia seguinte, em 30 de março, a fabricante "confirmou" essa ação, mudando os logos nas redes sociais e no site, além de enviar um comunicado com falas até do CEO da Volkswagen nos EUA, Scott Keogh.

No entanto, no dia 31 de março, a Volkswagen revelou que era só uma brincadeira de 1º de abril (mesmo que ainda fosse um dia antes do Dia da Mentira), sem se preocupar em se desculpar e comemorando que tenha dado certo. Toda a imprensa relatou o caso como verdade, muitos inclusive falando com executivos que, em um momento, haviam confirmado a história. E isso levou a uma valorização das ações da empresa em até 12,5% antes da mudança de nome ser desmentida.

A justificativa da VW era fazer as pessoas falarem sobre o movimento de eletrificação da marca, que estava para iniciar as entregas do SUV elétrico ID.4. Porém, a fabricante esqueceu que ela ainda está com a imagem danificada nos Estados Unidos por causa do escândalo do Dieselgate e, agora com uma investigação oficial no país, a situação não está muito boa. Antes que pense que pode não dar em nada, temos que lembrar que Elon Musk e a Tesla pagaram multas pesadas após o executivo declarar no Twitter que pensava em transformar a Tesla em uma empresa privada, o que fez as ações dispararem.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com