Modelo será desenvolvido sobre a base GEM, do Onix, e não pode fugir muito da faixa de preços atual

A Spin é atualmente o peixe fora d'água na linha da Chevrolet no Brasil - sem contar a antiga Montana, com vendas concentradas em frotistas. Pois os dois modelos são justamente os próximos na lista de renovações da GM local. No caso da minivan, o "problema" é um só: como fazer uma nova geração com os mesmos atributos do modelo atual sem sair da faixa de preços praticada hoje?

É um caso diferen da Montana deverá dar lugar a uma picape maior, com cabine dupla, nos moldes da Fiat Toro, mudando totalmente de posicionamento e clientela. Essa tendência está sendo vista em outras marcas, como a Volkswagen com o futuro Tarok ou a Ford com a inédita Maverick.

Nos dois casos, a plataforma será a GEM (Global Emerging Markets) usada por Onix, Onix Plus e Tracker. Ou seja, a nova Spin enfim vai aposentar o motor 1.8 8V, hoje só utilizado por ela na linha da GM, em favor dos novos blocos de 3 cilindros com turbo em versões de 1.0 e 1.2 litro. Também vai adotar toda a sorte de itens disponíveis no Onix, como alerta de ponto cego, carregador de celular sem fio e assistente de estacionamento automático, entre outros recursos. 

Chevrolet Orlando 2019
Chevrolet Orlando 2019

Orlando chinês tem base de Cruze e ficaria acima do Tracker em preços: não será nova Spin

Não poderá, porém, fugir da faixa de preços atual. "O cliente da Spin é justamente a pessoa que precisa de espaço por um valor acessível, e isso não pode ser mudado na nova geração", diz uma fonte ligada à Chevrolet. Portanto, pode esquecer essa história de que a GM traria o chinês Orlando ou algo inspirado nele para o Brasil. "Não existe nada nesse sentido, a conta não fecharia", explica o informante.

Para começar, o Orlando usa a plataforma D2XX do Cruze, o que por si só já deixaria o projeto mais caro que os derivados da GEM. O projeto será local e, segundo ouvimos, tem dado "dor de cabeça" justamente para manter os custos enxutos e impactar o mínimo possível no preço do produto final. Hoje, a Spin tem preços entre R$ 81.890 e R$ 107.030.

Chevrolet Spin 2020

Sobre a data de lançamento, a pandemia deu uma alterada nos planos da Chevrolet, atrasando alguns projetos em andamento - basta ver que a GM esperou um tempo para anunciar sua mais nova fase de investimentos. Sendo assim, a nova geração da Spin, que antes era prevista para este ano, possivelmente ficou para 2022, da mesma forma que a nova Montana. 

Como a GM tem um dos maiores Campos de Provas do Brasil, em Indaiatuba (SP), ela só coloca os carros de teste nas ruas na fase final de desenvolvimento. E o fato de não termos visto a nova Spin rodando por aí reforça que o lançamento ainda demora. 

Fotos: divulgação 

 

 

Ouça nosso podcast

 

Galeria: Chevrolet Spin 2020