SUV médio será lançado no Brasil no 2º trimestre de 2021 com motor 1.4 TSI de 150 cv

Após tantos flagras, teasers e até nossas primeiras impressões ao dirigir com um protótipo, o Volkswagen Taos enfim é revelado por completo em uma apresentação global. O SUV médio chegará ao Brasil no 2º trimestre, produzido em General Pacheco (Argentina), e será posicionado entre o T-Cross e o Tiguan Allspace como uma nova oferta no segmento. E o objetivo é um só: roubar as vendas do Jeep Compass nas versões flex.

Antes conhecido como Projeto Tarek, o Volkswagen Taos aproveitou a ideia do Skoda Karoq vendido na Europa, como um modelo um pouco menor que o Tiguan e mais barato, mas que mantivesse boa parte de seus atributos, como a plataforma modular MQB. Mede 4,46 metros de comprimento, 1,84 m de largura, 1,63 m de altura e tem entre-eixos de 2,68 m. Como comparação, o Tiguan Allspace 250 TSI é 25 centímetros mais comprido, 2 cm mais alto e tem entre-eixos 9 cm mais longo.

Galeria: Volkswagen Taos 2022 (Brasil)

Nos EUA, a VW diz que o porta-malas do Taos tem capacidade para 795 litros, o que suspeitamos que deve ser uma medição até o teto, já que o Tiguan Allspace de 5 lugares no Brasil tem 710 litros. O mais provável é que tenha algo próximo dos 455 litros do Tharu, versão chinesa do modelo. É uma medida bem mais próxima do que encontramos no segmento por aqui.

O porte do Taos o colocará exatamente de frente não só com o Jeep Compass, seu principal oponente, mas também diante do futuro Toyota Corolla Cross. Será 4,9 cm maior do que o Compass e 5 mm mais comprido do que o Corolla Cross.

Medidas (mm) Volkswagen Taos Volkswagen Tiguan Allspace Jeep Compass Toyota Corolla Cross Ford Territory Chevrolet Equinox
Comprimento 4.465 4.701 4.416 4.460 4.580 4.652
Largura 1.841 1.839 1.819 1.825 1.936 1.843
Altura 1.635 1.658 1.635 1.615 1.674 1.695
Entre-eixos 2.689 2.790 2.636 2.640 2.716 2.725
Porta-malas 455 litros 710 litros 410 litros 487 litros 348 litros 468 litros

O Taos não veio igual ao chinês Tharu. O modelo vendido na China utiliza a identidade visual de SUVs que a marca adotou com o Tiguan e o Atlas, mas que já caiu em desuso. Ao invés disso, o novato traz uma grade frontal mais próxima do Tiguan reestilizado e até mesmo do Nivus, mudando apenas a proporção e o tipo de acabamento. O Taos utiliza uma linha fina de LED que vai do logo até os faróis, ao contrário do Tiguan renovado, que usa duas barras cromadas. É complementado por um para-choque redesenhado, usando duas passagens de ar nas laterais com outro formato, assim como a grade inferior.

Volkswagen Taos 2022 (Brasil)
Volkswagen Tharu
Volkswagen Taos 2022 (Brasil)
VW Tharu

O novo Taos é uma variante do chinês Tharu para o mercado americano, adaptado ao gosto local

A traseira é praticamente igual para ambos, algo evidenciado pelas lanternas horizontais usando iluminação em LED. Ganhou um novo para-choque, posicionado as saídas do escapamento mais próximas da tampa do porta-malas do que do skid plate. Ainda perdeu a linha cromada que atravessava a lateral e a traseira. As rodas são de 17” de série, podendo aumentar para 18” ou 19” dependendo da versão escolhida nos EUA. E terá teto solar panorâmico como opcional.

Entrando no carro, encontramos um painel central com acabamento soft-touch, deixando o material mais duro para a parte superior e alguns painéis das portas. Tem revestimento em couro que cobre boa parte das portas e a divisão entre o console e as saídas de ar e porta-luvas. No caso da versão global, o visual é idêntico ao do Tharu, mudando somente o tom usado no couro, o volante (é o mesmo que estreou no T-Cross europeu) e a central multimídia MIB3 – no Brasil, ele adotará a VW Play lançada no Nivus. E, claro, terá o painel digital da marca (Active Info Display).

Volkswagen Taos 2022 (Brasil)

Contará com faróis de acendimento automático, chave presencial, partida por botão, assento do motorista com ajuste elétrico em 8 direções, sensor de chuva, ar-condicionado de duas zonas, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade e mais. Nos Estados Unidos, trará ainda o pacote IQ.DRIVE de série, que inclui alerta de colisão frontal com frenagem automática de emergência, monitor de ponto cego, assistente de permanência em faixa, controle de cruzeiro adaptativo com Stop and Go, cornering light e mais.

A central multimídia por lá será a MIB3, o sistema mais atual da empresa com uma tela de 8 polegadas que conta com WiFi nativo, carregador wireless, conexão sem fio para smartphones e controle por voz. Será a oferta para as versões SE e SEL, as duas mais caras, enquanto a opção de entrada S deve usar um sistema mais simples.

Volkswagen Taos 2022 (Brasil)

No Brasil, a Volkswagen confirmou que o Taos adotará a multimídia VW Play desenvolvida no país e que contará com painel de instrumentos digital, controle de cruzeiro adaptativo com função Stop and Go, carregador wireless para smartphones, frenagem autônoma de emergência, alerta de tráfego cruzado traseiro, monitor de ponto cego, faróis alto automáticos e mais. Nada foi dito sobre quantas versões terá ou se estes itens serão de série.

Volkswagen Taos 2022 (Brasil)
Volkswagen Taos 2022 (Brasil)

Outra diferença do Taos global para o nosso será a motorização. No mercado norte-americano, o SUV fará a estreia do 1.5 TSI de 160 cv e 25,4 kgfm, que além de ser 10 cv mais potente do que o 1.4 TSI, conta com tecnologias como desativação de cilindros. Será combinado ao câmbio automático de 8 marchas na versão de tração dianteira, enquanto a variante de tração integral 4Motion utilizará o automatizado DSG de dupla embreagem e 7 posições.

Para o modelo da América Latina, os executivos da Volkswagen adiantaram diversas vezes que a motorização será a 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm, flex e já produzida em São Carlos (SP), acoplado ao câmbio automático de 6 marchas. Há rumores sobre uma possível versão Taos GTI, com motor 2.0 turbo e tração integral, mas nada foi confirmado até o momento.

O Volkswagen Taos começará a ser vendido somente no 2º trimestre de 2021, tanto no Brasil quanto nos EUA. O mercado norte-americano será abastecido pela fábrica em Puebla (México) e tem lançamento previsto para o verão de lá (o nosso inverno). Já por aqui, a fabricante diz apenas que ele chegará no 2º trimestre e será feito na Argentina. Preços ainda não foram divulgados, mas a expectativa é que custe entre R$ 130 mil e R$ 150 mil, ocupando a faixa entre o T-Cross 1.4 TSI (R$ 122.390) e o Tiguan Comfortline 250 TSI (R$ 173.410).

Fotos: divulgação

Galeria: Volkswagen Taos 2022