Fabricante confirma nomenclatura oficial do SUV médio; apresentação será no dia 13 de outubro

Conhecido até agora como Projeto Tarek, o novo SUV médio da Volkswagen finalmente tem um nome oficial. E, como Motor1.com havia antecipado como uma das possibilidades, ele será batizado como Volkswagen Taos. Posicionado entre o T-Cross e o Tiguan, o modelo entrará na mesma faixa de preços que o Jeep Compass, sendo um concorrente direto dele. Chegará ao mercado brasileiro no início de 2021, como confirmado por Pablo Di Si, presidente da marca na América Latina, em entrevista ao Motor1.com.

E de onde veio este nome para o Volkswagen Taos? Segundo o comunicado global da fabricante, o SUV médio foi desenvolvido especialmente para a América do Norte e este batismo foi escolhido por “ressoar com os clientes americanos”. Taos é o nome de uma cidade e condado do Novo México (EUA), além de ser o nome do idioma falado pela tribo nativo-americana Tiwa. Significa “local dos salgueiros vermelhos”.

Galeria: Flagra: VW Tarek em versão final

“Estamos entusiasmados em anunciar o nome do mais novo membro da família Volkswagen”, disse Hein Schafer, vice-presidente sênior de marketing e estratégia de produto da Volkswagen nos Estados Unidos. “Foi importante escolher um nome que realmente incorporasse a natureza do carro, e a cidade de Taos, no Novo México, era a escolha perfeita. É uma cidade pequena que oferece grandes coisas - desde aventuras ao ar livre até artes e design, e excelente culinária. ”

O nome Taos já era indicado como um dos possíveis batismos para o SUV médio, uma vez que foi registrado em diversos mercados, incluindo o Brasil. Uma das razões para ser tão cotado é que a Volkswagen realizou mais de um registro para esse batismo, o que normalmente é feito quando uma marca realmente quer cobrir todas as possibilidades.

Como já adiantado anteriormente pela fabricante, a apresentação oficial do Taos acontecerá no dia 13 de outubro, por meio de um streaming global. O SUV será vendido não só na América Latina, como também no México (que irá produzi-lo para os EUA) e Rússia, enquanto a China já tem a sua versão na forma do Tharu, este com design um pouco diferente, baseado no Atlas/Teramont.

Os teasers divulgados pela Volkswagen confirmam o que vimos nos flagras do Taos em testes, adiantando que terá uma nova grade frontal mais parecida com a identidade usada no Tiguan reestilizado e no Nivus. Pablo Di Si, presidente da VW na América Latina, ainda disse ao Motor1.com que a empresa fez algumas modificações leves para o modelo sulamericano, de acordo com o gosto dos clientes na região.

 

O Taos será oferecido inicialmente somente com motor 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm, sempre combinado ao câmbio automático de 6 marchas e com tração dianteira. Há rumores sobre uma possível variante Taos GTI no futuro, esta com o 2.0 turbo de 220 cv e tração integral 4Motion, que já estaria em desenvolvimento.

O Volkswagen Taos chegará ao Brasil no primeiro trimestre de 2021, produzido na Argentina. A marca confirma que já está em fase final de pré-produção do modelo no complexo de General Pacheco. Como ficará entre o T-Cross e o Tiguan, deve custar entre R$ 130 mil e R$ 150 mil.

Fotos: divulgação e arquivo Motor1.com