Pelo visto o SUV não terá apenas o motor 1.4 TSI... Lançamento será no primeiro trimestre de 2021

Apesar dos atrasos por causa do lockdown na Argentina para combater o coronavírus, a Volkswagen trabalha a todo vapor para lançar o seu novo SUV médio, conhecido como Projeto Tarek. E, segundo o Argentina Autoblog, a marca até começou a desenvolver um novo projeto, conhecido como Tarek GTI, uma variante esportiva com tração integral e motor 2.0 turbo de 230 cv. O lançamento do SUV acontecerá no primeiro trimestre de 2021, produzido no país vizinho, e o nome oficial deve ser revelado até agosto.

De acordo com as fontes do Argentina Autoblog, citando fornecedores da Volkswagen que trabalham nas peças para o futuro SUV, a fabricante está trabalhando no Projeto Tarek GTI. O nome faz uma referência a sigla usada pelo Golf GTI. A ideia é que ele receba o conhecido motor 2.0 TSI turbo de 230 cv e 35,7 kgfm de torque, combinado ao câmbio automatizado DSG de dupla embreagem e 6 marchas, além da tração integral 4Motion.

Galeria: Volkswagen Tarek - Flagra no Brasil

Surpreendemos o SUV em testes na versão 1.4 TSI próximo da fábrica da Anchieta, no ABC paulista

A publicação também dá mais detalhes, dizendo que esta versão trará um pacote visual R-Line, com rodas de 18”, faróis full-LED, spoiler traseiro, saída dupla de escapamento e mais detalhes que realçam a vocação esportiva. Vale lembrar que o Tiguan Allspace vendido no Brasil segue a mesma receita, oferecendo o motor 2.0 TSI somente na variante R-Line.

É a primeira vez que aparecem informações sobre uma outra motorização para o SUV. Até então, os executivos da marca sempre disseram que o Projeto Tarek usaria somente o 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm, sempre com a transmissão automática de 6 marchas e apenas com tração dianteira. O 2.0 nunca foi comentado para o carro, apesar da versão chinesa contar com um 2.0 TSI de 186 cv.

Volkswagen Tarek - Flagra na Argentina
O Tarek flagrado na Argentina, com a mesma frente...
Volkswagen Tarek - Flagra no México
... que a unidade em testes no México, sem camuflagem.

O SUV segue em testes tanto na Argentina quanto no Brasil. Motor1.com deu de cara com o modelo ainda camuflado próximo da fábrica da Anchieta, no ABC paulista, nesta semana. Ele também foi visto no país vizinho, em uma imagem que mostra a frente do carro camuflada, mas é possível ver que está com a mesma grade de uma unidade avistada no México - a VW já confirmou que o modelo sul-americano terá desenho diferente da versão chinesa, com linhas mais próximas do gosto local. 

Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América do Sul, revelou com exclusividade em entrevista ao Motor1.com que o projeto atrasou e será lançado no começo de 2021. Ele será posicionado acima do T-Cross e abaixo do Tiguan, como uma oferta mais barata no segmento dos SUVs médios, com preços mais competitivos para enfrentar o Jeep Compass, líder da categoria.

Fotos: Motor1.com e Argentina Autoblog