Nova geração terá evento de apresentação na segunda quinzena de maio

Apresentada em março do ano passado durante o Salão de Nova York, a nova geração do Toyota RAV4 está desembarcando na América do Sul. Prova disso é a imagem deste flagra, que revela o SUV em versão híbrida sendo transportado de caminhão-cegonha na Argentina poucos dias antes do lançamento conjunto para os mercados argentino e brasileiro (programado para a segunda quinzena deste mês). Pela primeira vez, o SUV será ofertado em versão eletrificada - pegando carona na nova geração do Corolla, que também terá uma variante ecológica por aqui, só que flex.

Galeria: Toyota RAV4 Hybrid 2019

Montado sobre a plataforma modular TNGA (a mesma de Prius, Corolla, C-HR e Camry), o RAV4 de quinta geração é mais curto, baixo, largo e ao mesmo tempo também mais espaçoso que o anterior. De acordo com a Toyota, são ao todo 4,59 metros de comprimento (- 0,5 cm), 1,85 de largura (+1 cm) e 1,69 de altura (-0,5 cm), além de 2,69 metros de entre-eixos (+3 cm). De quebra, a altura em relação ao solo foi elevada em 1,3 cm e os balanços dianteiros e traseiros foram encurtados, conferindo maior capacidade para enfrentar obstáculos (sim, o novo RAV4 está mais capaz no off-road).

Sob o capô, a expectativa é que o conjunto híbrido adotado na América do Sul seja exatamente o mesmo ofertado nos Estados Unidos: motor 2.5 a gasolina associado a dois propulsores elétricos com potência combinada de 222 cv. A transmissão é a chamada eCVT, com tração All-Wheel Drive. De acordo com os dados divulgados de fábrica, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 7,8 segundos e o consumo média fica na casa dos 16,5 km/l. 

A estratégia da Toyota com o novo RAV4 será semelhante àquela que a Lexus, sua divisão de luxo, já pratica no Brasil. Ou seja, aproveitar a oferta dos incentivos tributários concedidos para veículos híbridos e trazer ao país modelos que, mesmo importados, consigam posicionamento competitivo e preços semelhantes ao de rivais movidos a gasolina. Para efeito de comparação, o RAV4 atualmente vendido no Brasil é equipado com motor 2.0 aspirado e câmbio CVT ao preço de R$ 149.990. Mesmo que mais cara, a nova geração (mais completa, tecnológica e híbrida) terá muito mais apelo junto ao consumidor.

Flagra: @Autazos via Autoblog Argentina