O RAV4 mais rápido é o híbrido

Parece que a eletrificação é a substituta definitiva para motores de cilindradas maiores. No lugar de colocar um motor maior no novo RAV4, a Toyota mais uma vez optou em juntar o motor 2.5 (agora com o eficiente ciclo Atkinson) com um trio de motores elétricos (dois no eixo dianteiro e um no traseiro). Este conjunto tem 222 cv - 16 cv a mais que o 2.5 utilizado na versão básica e que estava no RAV4 Hybrid anterior - e faz dele a versão mais rápida desta nova geração do SUV

Claro, ser rápido é algo relativo e os 7,8 segundos estimados pela marca para o Hybrid chegar aos 96 km/h não é nada surpreendente. Mesmo assim, cumpre a prova meio segundo mais rápido que o seu antecessor e, graças ao imediatismo do torque do motor elétrico, parece ainda mais rápido do que os números sugerem. 

Um pacote de baterias mais compacto agora está sob os bancos traseiros (como no Prius), o que mantém o porta-malas livre. Com isso, o RAV4 Hybrid tem o mesmo espaço de 1.064 litros (até o teto) das demais versões, além de ter 57 litros a mais que o anterior. O restante do interior é quase idêntico aos das demais configurações, a não ser pelo painel de instrumentos e alguns menus da central multimídia específicos da versão.

Toyota RAV4 Hybrid

Esta versão XSE Hybrid tem uma pegada mais esportiva, com as rodas de 18" pintadas de preto e pintura da carroceria em duas cores, além de amortecedores e molas recalibrados. No papel, esta versão é a escolha dos entusiastas. Na realidade, não passa de uma questão de estilo. Fora a suspensão, a XSE tem a mesma dirigibilidade das versões LE, XLE e Limited. Além do rodar mais firme que as demais, a XSE tem rolagem de carroceria mais contida e confortável que as demais. 

Dito isso, o novo RAV4 Hybrid está engajado em não ser um carro chato. Assim como as versões a combustão, o SUV utiliza a plataforma TNGA, que dá a ele uma base sólida até mesmo nos piores asfaltos. Da mesma forma, a versão híbrida adiciona o peso das baterias sem prejudicar a dirigibilidade. Mas as respostas da direção são claramente anestesiadas, assim como o pedal de freio é pesado e sem comunicação, mas faz bem a transição entre o sistema regenerativo e de freio tradicional. 

O Toyota RAV4 Hybrid é melhor também quando falamos em abastecer. A Toyota diz que o novo modelo consegue 17,4 km/l na cidade, 15,7 km/l na estrada e 16,5 km/l no combinado - 6,3/1,7 e 4,2 km/l melhor que a versão não híbrida do modelo com tração integral. Além disso, o novo RAV4 Hybrid é 3 km/l melhor no geral que seu antecessor. Enquanto isso, seu rival mais próximo, o Nissan Rogue Hybrid, tem registrado 14 km/l na cidade, 14,9 km/l na estrada e 14,4 km/ no combinado. Com tração integral, são 13,2 km/l, 14,4 km/l e 14 km/l. 

Em condução "gentil", o RAV4 Hybrid opera em silêncio. Um aumento de 30% no torque do eixo traseiro dá ao SUV mais agilidade nas arrancadas que o anterior e evita que o motor a combustão seja acionado durante as baixas velocidades. 

2019 Toyota RAV4 Hybrid: First Drive
2019 Toyota RAV4 Hybrid: First Drive

Quando acordado, o motor de 4 cilindros é um bom parceiro dos motores elétricos, além da transmissão CVT. O controle eletrônico faz a transição da eletricidade para a gasolina e o Hybrid nunca perde força. Quando pisamos fundo, o quieto motor 2.5 começa a roncar alto. 

O reboque não é o forte do RAV4 Hybrid, com capacidade de 793 kg. É bom para seu segmento, mas está bem longe dos 1.590 kg do RAV4 Adventure. 

Com preço inicial de US$ 27.700, o RAV4 Hybrid de entrada é US$ 800 mais caro que o SUV a combustão e com tração integral. Como a versão não híbrida, vem de série com sistemas de segurança ativa como aviso de colisão com frenagem automática, aviso de saída de faixa, assistente de faixa com centralização, piloto automático adaptativo e farol alto automático (tudo chamado de Toyota Safety 2.0). O sistema multimídia com espelhamento por Apple CarPlay (não há Android Auto) é item de série. Como comparação, um Nissan Rogue Hybrid custa iniciais US$ 26.600, mas não tem tração integral nem sistemas adaptativos. 

2019 Toyota RAV4 Hybrid: First Drive
2019 Toyota RAV4 Hybrid: First Drive
2019 Toyota RAV4 Hybrid: First Drive
2019 Toyota RAV4 Hybrid: First Drive
2019 Toyota RAV4 Hybrid: First Drive

Assim como a versão de entrada, LE, a intermediária XLE (US$ 29.500) e mais luxuosa Limited (US$ 35.700) são boas opções da linha, mas a XSE (US$ 33.700) é a que chamará a atenção do público, assim como sua dinâmica mais afinada. 

Felizmente para a Toyota, o conjunto de motor e câmbio razoavelmente potente e eficiente, a cabine confortável e o espaço interno são coisas que tanto os consumidores preocupados com o meio ambiente quanto os mais atentos ao desempenho podem querer. Com uma diferença tão pequena que separa o RAV4 Hybrid do SUV com tração nas quatro rodas, o modelo híbrido é mais rápido e mais econômico e parece ser a melhor opção para os consumidores em busca do crossover da Toyota. No entanto, aqueles dispostos a sacrificar a tração nas quatro rodas serão, sem dúvida, mais bem servidos pelo RAV4 normal, que custa US$ 25.500 e é US$ 2.200 mais barato que o Hybrid. Nos Estados Unidos, o Toyota RAV4 Hybrid 2019 chega às lojas em março.

E no Brasil?

Motor1.com conversou com executivos da Toyota no Salão de Detroit sobre a chegada da nova geração do SUV no Brasil. A resposta foi de que o novo RAV4 deve desembarcar ainda este ano, provavelmente no segundo semestre. A versão híbrida é que tem mais chances, pois com o novo modelo de tributação, tornará o preço mais atrativo pelo fato do SUV ser importado.

Toyota RAV4 Hybrid XSE 2019

Motor 2,5 litros 4 cilindros, 3 motores elétricos
Potência 220 cv
Transmissão eCVT
Tipo de direção All-Wheel Drive
Bateria Níquel-Metal
0 a 60 mph 7.8 segundos
Peso 1.703 kg
Reboque 793 kg
Consumo de combustível 17,4 km/l cidade, 15,7 km/l estrada e 16,5 km/l combinado
Número de assentos 5
Volume do porta-malas 1.604 litros
Preço de entrada $33,700 (R$ 127.300)

Galeria: Toyota RAV4 Hybrid 2019