Adeus, grande guerreiro

O Jeep Wrangler é um ícone dos fora-de-estrada. Em 2006, quando apresentaram a variante com 4 portas, muitos reclamaram. Após 12 anos, o ultimo Wrangler JK sai da linha de produção em forma de um Rubicon Unlimited com a tão controversa carroceria. Ele saiu da fábrica da empresa em Toledo, Ohio. 

Leia também:

Durante a sua vida, foram produzidos mais de 2,1 milhões de Wrangler JK, entre carrocerias de duas e quatro portas. A adição de duas portas abriu ao Wrangler um novo seguimento de consumidores - famílias - o levando a um nicho de carro fora-de-estrada que atenda outras funções. 

"A força de trabalho tem trabalhado praticamente sem parar nos últimos anos para preencher o sonho dos entusiastas da Jeep ao redor do mundo que querem ir onde apenas o Wrangler pode chegar", disse Chuck Padden, gerente da planta de Toledo. "Ficamos orgulhosos de fazer parte da história deste veículo de impacto, produzido pela comunidade de Toledo. Estamos prontos para o totalmente novo Jeep". 

Galeria: Jeep Wrangler 2018

Mas não é o fim do Wrangler. Já há um novo, chamado de JL. Visualmente, pouco muda do atual, mas foi melhorado em diversos aspectos. Ele fica um pouco mais caro na versão de entrada, mas ganha uma caixa da câmbio com seis marchas. Diferencial dianteiro e traseiro (Dana 30 ou 35) estão nos eixos, assim como uma caixa de transferência e rodas de 17" com pneus da Bridgestone. É o que você precisa para se divertir na terra. Há algumas melhorias internas e sob o capô, com o 3.6 V6 de série e um 2.0 turbo opcional. 

Com o fim da produção do Wrangler em Toledo, a planta fará o Scrambler, uma picape do modelo. Se ele tiver o mesmo sucesso do antecessor, os trabalhadores ainda terão muito trabalho. 

Fonte e fotos: Jeep

Galeria: Ultimo Jeep Wrangler "JK" produzido