Carta de intenções já foi assinada e valor do investimento está sendo definido

Bastante aguardado pelo mercado e discutido com afinco nos últimos meses, o plano de eletrificação da Mini ganhou força nesta semana com o fechamento de uma parceria sino-europeia. Dono da marca, o grupo BMW assinou um protocolo de intenções com a chinesa Great Wall objetivando produzir em solo oriental os próximos modelos Mini equipados com propulsão elétrica. Detalhes sobre o acordo ainda estão sendo definidos, mas a expectativa é que os primeiros resultados apareçam em poucos anos.

Leia também:

Mini Electric Concept

Os próximos acertos do projeto serão alinhar interesses e definir aspectos como o local da produção e o valor dos investimentos. Embora a marca não dê detalhes, o primeiro grande passo no sentido da eletrificação será capitaneado pelo Cooper, em versão específica programada para 2019. Posteriormente, em 2021, especulações apontam para o lançamento de um SUV, igualmente elétrico, posicionado logo abaixo do Countryman.

Vale lembrar que, independentemente da aproximação com a Great Wall, a BMW seguirá firme na parceria que mantém há anos com a também chinesa Brilliance, responsável pela produção local modelo modelos a gasolina da marca.

Fotos: Divulgação

Galeria: Mini Electric Concept