Uma será feita para os Estados Unidos, a outra será global e enfrentará a Toyota Hilux

Os executivos da Hyundai viram que ter picapes vale a pena e estão próximos de aprovar o desenvolvimento de um segundo modelo. Enquanto o primeiro será a versão de produção do conceito Santa Cruz (da foto acima), o segundo terá um design inédito e irá concorrer diretamente com a Toyota Hilux na Ásia, com capacidade de carga de 1 tonelada. 

Leia também:

“Ainda não foi totalmente confirmada, está sendo desenvolvida e já avançou bastante, bem recebida internamente, mas ainda não foi aprovada", explica o chefe de relações públicas da Hyundai Austrália, Bill Thomas, para o site CarAdvice. Se for aprovada, esta segunda picape será produzida em 2021. 

A Hyundai vem estudando o mercado de picapes há um tempo. Chegou à conclusão de que as necessidades do mercado norte-americano são diferentes do resto do mundo. A versão de produção da Santa Cruz sacrificará parte de sua utilidade para ter mais estilo. Já o outro modelo, global, será feito para brigar diretamente com outras picapes e será mais convencional. Há um terceiro estudo, o Creta STC mostrado no Salão do Automóvel de 2016, mas que não tem previsão de ser produzido por falta de capacidade produtiva em Piracicaba (SP) - a fábrica já produz HB20, HB20S e Creta.

O chefe de design da Hyundai, Peter Schreyer, disse ao CarAdvice que as picapes não devem dar origem a modelos da Kia.

Nos EUA, a Santa Cruz já foi aprovada para ser produzida. Rumores apontam que usará a plataforma da próxima geração do Tucson e que a produção começará em 2021. Deve ser feita na fábrica em Alabama.

A motorização ainda não foi confirmada, mas rumores sugerem que uma das opções será o 3.3 V6 biturbo. É um motor potente para a picape, já que produz 370 cv e 52 kgfm no Genesis G70.

Fonte: CarAdvice

Galeria: Hyundai Santa Cruz