Cupê mantém pegada descolada no visual, mas ganha mecânica atualizada e novas tecnologias

Depois de uma intensa campanha de pré-lançamento que envolveu vídeos e até fotos coloridas, a Hyundai finalmente oficializa no Salão de Detroit a apresentação da segunda geração do Veloster. Mais comprido, mais largo e mais espaçoso que o anterior, o novo cupê estreia dentro do que se pode chamar de uma 'versão modernizada' da fórmula que deu origem à primeira encarnação. O design descolado continua sendo um dos grandes atrativos e a mecânica aprimorada promete ganhos significativos em performance e dirigibilidade.

Leia também:

2019 Hyundai Veloster
2019 Hyundai Veloster
2019 Hyundai Veloster
2019 Hyundai Veloster

Em números detalhados, a Hyundai explica que o Veloster 2019 ficou 2 centímetros mais longo e 1 cm mais largo, além de 1,5 cm mais espaçoso para os passageiros do banco de trás. Gerente de planejamento de produto da marca nos Estados Unidos, Michael Evanoff também explica que as colunas dianteiras foram ligeiramente deslocadas e deixaram o capô mais comprido. Nas laterais, vincos bem definidos funcionam como cortinas de ar e ajudam na aerodinâmica, além de compor o visual das portas assimétricas. Atrás, lanternas em posição elevada se unem às colunas e ao vidro, ao mesmo tempo em que invadem a tampa do porta-malas.

Na cabine, o painel também tem design assimétrico e repete a solução da própria carroceira. A ergonomia como um todo foi otimizada e os bancos (principalmente o traseiro) agora acolhem melhor os ocupantes. Entre os principais equipamentos, destaque para o sistema de entretenimento com telas sensíveis ao toque de 7 ou 8", head-up display e carregamento sem fio para celulares. Na segurança, há itens como dispositivos anti-colisão, piloto automático adaptativo, anti-ofuscamento e alerta anti-fadiga.

2019 Hyundai Veloster

Sob o capô, a oferta nos Estados Unidos será formada por dois motores. O primeiro é um 2.0 aspirado que rende 150 cv e 18,3 kgfm de torque, e pode vir ligado a um câmbio manual ou automático, sempre com 6 marchas. O segundo, responsável por equipar as versões Turbo, é um 1.6 de 204 cv e 26,7 kgfm de força que pode vir associado a uma transmissão manual de 6 marchas ou automatizada de dupla embreagem e 7 posições. Ainda na mecânica, merece destaque a nova suspensão traseira do tipo multilink (herdada do novo i30), que substitui o antigo eixo de torção.

Ao todo, o Veloster 2019 será vendido em 5 diferentes versões de acabamento, entre elas a R Spec. A Hyundai diz que as previsões comerciais são as melhores possíveis e que acredita na demanda vinda por parte do público jovem. No Brasil, as chances de lançamento são remotas, principalmente por conta do encolhimento do segmento.

Fotos: Divulgação

Galeria: Hyundai Veloster 2019 - Oficial