Vendas crescem pela 1ª vez desde 2013

Depois de quatro anos com resultados negativos, o mercado brasileiro reagiu no fim de 2017. De acordo com os dados oficiais divulgados nesta quinta-feira (04/01) pela Fenabrave, as vendas de veículos novos atingiram a marca de 2.172.235 unidades, número 9,36% superior ao de 2016 (1.986.303).

Leia também:

A expectativa de um avanço de 2,4% nas vendas de automóveis e comerciais leves indicada pela entidade no início do ano passado foi superada com folga. Na comparação com as 3.635.518 unidades emplacadas em 2012, até então o melhor ano para o setor, entretanto, o resultado ainda está longe de ser considerado satisfatório.

Chevrolet Onix Activ

Para Alarico Assumpção Jr., presidente da entidade, “ao longo do ano, as ações econômicas acertadas geraram efeitos positivos. Quedas sucessivas dos juros e da inadimplência, o aumento da empregabilidade e um melhor acesso ao crédito resultaram na melhora nos índices de confiança e expectativa do consumidor e do empresário, fazendo com que aumentasse o consumo”. Para o executivo, a expectativa é de um avanço de 11,9% ao longo de 2018.

A Chevrolet, responsável por 394.099 unidades vendidas, chegou ao segundo ano seguido sem ninguém à frente e assegurou mais de 100 mil unidades de vantagem sobre a Fiat (291.324), única do top 10 a perder espaço no período (-4,5%). A VW (272.079), em alta de quase 20% sobre 2016, se manteve no pódio.

Comparativo VW Polo x Fiat Argo x Honda Fit x Peugeot 208

A novidade foi o retorno da Ford (206.746) ao chamado G4, depois da sexta posição registrada há 12 meses, à frente de uma Hyundai (201.955) com a menor evolução entre as líderes (+2%). Destaque para a Jeep (88.185), que deixou a Nissan (78.817) para trás ao emplacar a maior evolução dos últimos 12 meses entre as 20 primeiras colocadas (+49,4%).

Enquanto a Peugeot (26.855) mostrou uma pequena reação (+4%), a conterrânea Citroën (22.556) registrou queda superior a 8%. A Kia (8.433) também foi mal, perdendo quase 22% das vendas. BMW (10.165) e Audi (9.910) não tiveram o que comemorar, com retrações na casa dos 14% - a Mercedes (14.340), em alta de 9%, foi a líder entre as marcas premium.

POS.

MARCA

TOTAL 2017

PART. (%)

TOTAL 2016

PART. (%)

% VARIAÇÃO 17/16

1

CHEVROLET

394.099

18,14%

345.874

17,41%

13,94%

2

FIAT

291.324

13,41%

304.980

15,35%

-4,48%

3

VW

272.079

12,53%

228.456

11,50%

19,09%

4

FORD

206.746

9,52%

180.242

9,07%

14,70%

5

HYUNDAI

201.955

9,30%

197.850

9,96%

2,07%

6

TOYOTA

189.974

8,75%

180.416

9,08%

5,30%

7

RENAULT

167.014

7,69%

150.032

7,55%

11,32%

8

HONDA

131.086

6,03%

122.541

6,17%

6,97%

9

JEEP

88.185

4,06%

59.046

2,97%

49,35%

10

NISSAN

78.817

3,63%

60.908

3,07%

29,40%

11

PEUGEOT

26.855

1,24%

25.824

1,30%

3,99%

12

CITROËN

22.556

1,04%

24.531

1,24%

-8,05%

13

MITSUBISHI

21.866

1,01%

24.876

1,25%

-12,10%

14

MERCEDES-BENZ

14.340

0,66%

13.155

0,66%

9,01%

15

BMW

10.165

0,47%

11.857

0,60%

-14,27%

16

AUDI

9.910

0,46%

11.599

0,58%

-14,56%

17

KIA

8.433

0,39%

10.779

0,54%

-21,76%

18

LAND ROVER

6.476

0,30%

6.688

0,34%

-3,17%

19

SUZUKI

4.545

0,21%

3.448

0,17%

31,82%

20

JAC

3.823

0,18%

2.727

0,14%

40,19%

...

...

...

...

...

...

...

TOTAL

2.172.235

100,00%

1.986.303

100,00%

9,36%

Em dezembro

Com mais de 200 mil unidades emplacadas (204.852), o mercado brasileiro experimentou um leve crescimento de 2,95% no último mês de 2017 em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com novembro (197.254), o avanço foi um pouco maior (3,85%).

Comparativo VW Polo x Fiat Argo x Honda Fit x Peugeot 208

A Chevrolet (37.416), líder, chegou a quase 11 mil unidades de vantagem sobre a Fiat (26.629), terceira no mês anterior. A VW (25.680), muito próxima, completou o pódio, com a Ford (19.203) fechando o G4 apenas 81 unidades à frente da Toyota (19.122), dona da maior evolução sobre novembro (+17,4%) entre as dez primeiras.

Graças a um avanço de quase 70%, a Audi (1.192) encerrou dezembro na liderança entre as marcas premium – a vantagem sobre a BMW (1.163), no entanto, foi de apenas 29 unidades.

POS.

MARCA

DEZ 17

PART.

NOV 17

PART.

% VARIAÇÃO DEZ/NOV

1

CHEVROLET

37.416

18,26%

37.354

18,94%

0,17%

2

FIAT

26.629

13,00%

24.791

12,57%

7,41%

3

VW

25.680

12,54%

25.569

12,96%

0,43%

4

FORD

19.203

9,37%

20.328

10,31%

-5,53%

5

TOYOTA

19.122

9,33%

16.291

8,26%

17,38%

6

HYUNDAI

18.981

9,27%

17.987

9,12%

5,53%

7

RENAULT

15.315

7,48%

13.194

6,69%

16,08%

8

HONDA

11.323

5,53%

11.361

5,76%

-0,33%

9

JEEP

8.473

4,14%

8.012

4,06%

5,75%

10

NISSAN

8.147

3,98%

9.171

4,65%

-11,17%

11

PEUGEOT

2.337

1,14%

2.860

1,45%

-18,29%

12

CITROËN

2.055

1,00%

2.142

1,09%

-4,06%

13

MITSUBISHI

1.749

0,85%

1.622

0,82%

7,83%

14

AUDI

1.192

0,58%

707

0,36%

68,60%

15

BMW

1.163

0,57%

885

0,45%

31,41%

16

MERCEDES-BENZ

1.144

0,56%

1.109

0,56%

3,16%

17

LAND ROVER

775

0,38%

486

0,25%

59,47%

18

KIA

743

0,36%

731

0,37%

1,64%

19

JAC

641

0,31%

357

0,18%

79,55%

20

LIFAN

415

0,20%

398

0,20%

4,27%

...

...

...

...

...

...

...

TOTAL

204.852

100,00%

197.254

100%

3,85%

Fonte: Fenabrave

Galeria: Ford Ka Hatch e Sedan - 2016

Envie seu flagra! flagra@motor1.com