Facelift do sedã será apresentado no Salão de Genebra. Cupê e conversível ficam para abril, em Nova York

A Mercedes-Benz prepara a reestilização da quarta geração do Classe C e a estreia está marcada para março, durante o Salão de Genebra (Suíça), segundo o site Autocar. As versões sedã e perua terão uma leve mudança no design e atualização na motorização, recebendo um novo 2.0 turbo de quatro cilindros. Em abril será a vez do cupê e do conversível, que serão apresentados no Salão de Nova York (EUA).

Leia também:

Por fora, a mudança do Classe C é bem discreta, com novos faróis com LED, agora com farol alto adaptativo usado também no Classe E e Classe S, além dos para-choques com novo desenho. Novidade mesmo estará do lado de dentro, recebendo o painel de instrumentos digital do resto da linha (e que será usado até pelo Classe A). Infelizmente, manterá a central multimídia com tela comum, controlada por um novo touchpad no console central (enquanto os outros carros da Mercedes adotam tela sensível ao toque).

Muda também na mecânica. Chega o novo motor 2.0 turbo, que gera 190 cv (7 cv a mais do que o atual). É mais eficiente e emite menos poluentes. Terá uma nova versão chamada C200 EQ Boost, que usa um gerador elétrico de 48V que gera mais 17 cv para o motor de uso temporário, além de um alternador movido por correia.

Flagra - Mercedes-Benz Classe C reestilizado
Flagra - Mercedes-Benz Classe C reestilizado

Logo acima estará o C300, mais voltado para desempenho, descartando o sistema do C200 EQ Boost. Ficou mais potente, com 258 cv, um ganho de 13 cv. Haverá uma nova versão C400, com motorização híbrida, que deve ter autonomia de 50 km no modo elétrico. A Mercedes irá atualizar os motores elétricos das variantes híbridas, com 43 cv.

Claro que continuará com versões mais potentes. O C43 seguirá na linha e deve ter uma atualização em seu motor 3.0 V6 turbo, para ganhar mais força. O topo da linha seguirá com o Mercedes-AMG C63, com o 4.0 V8 melhorado, recebendo um novo turbocompressor. A transmissão automática de 7 marchas sai de linha, substituída pela nova de 9 marchas e conversor de torque, além do câmbio manual de 6 posições.

Fonte: Autocar
Fotos: Motor1.com

Galeria: Flagra - Mercedes-Benz Classe C reestilizado