Diferentemente do hatch, modelo teve vida curta e apenas uma geração

O Brasil é referência em matéria de picapes pequenas, derivadas de carros de passeio. A Fiat foi a pioneira neste segmento, com a 147 City, e segue até hoje na liderança de vendas, com a Strada. A GM teve a Chevy, depois a picape Corsa e a Montana. A VW apostou na Saveiro. Já a Ford entrou mais tarde no jogo, primeiro com a Pampa (de 1982 a 1997) e depois com a Courier, que usava a plataforma do então recém-lançado Fiesta nacional. 

Lançada em 1997, a Courier chamava a atenção pelo desenho moderno, já que seguia a mesma cartilha do Fiesta de quarta geração, e também pela boa dirigibilidade herdada do hatch. Além disso, tinha a maior caçamba da categoria: com 1.030 litros de capacidade, podia carregar 750 kg de carga. 

Na ocasião, vinha equipada com o motor 1.3 Endura 8 válvulas, de 60 cv e 10,4 kgfm, na versão de entrada. Na intermediária, chamada de CLX, já usava o moderno 1.4 16V Zetec, com 89 cv e 12,5 kgfm de torque, e trazia itens como direção hidráulica, vidros e travas elétricos e vidro traseiro basculante. Já topo da linha, chamada de Si, tinha apelo esportivo com para-choques na cor da carroceria e rodas de liga aro 14". 

Ford Courier (1997 a 2013)

Em 2000, a Courier recebe a mesma reestilização aplicada no Fiesta. Sai a frente popularmente chamada de "tristonho" e entra a "gatinho", com faróis maiores e espichados. Os dois motores, 1.3 e 1.4, são substituídos de uma vez pelo 1.6 8V Zetec Rocam, de 95 cv e 14,2 kgfm de torque. A versão básica passa a se chamar L, e a Si se torna XL.

Em 2001, foi lançada a série Sport, com itens como ar-condicionado, rodas de 14", para-choques na cor do carro e interior com detalhes em alumínio, como manoplas e câmbio e freio de mão. Em 2006, é lançada em versão van, voltada exclusivamente para uso comercial. 

Ford Courier (1997 a 2013)
Ford Courier (1997 a 2013)

Em 2007, com o mesmo visual, a Courier ganha o motor 1.6 Zetec Rocam flex, com 96/107 cv e até 15,6 kgfm de torque. Assim, ela se manteve até deixar de ser produzida, em 2013, dando espaço para o New Fiesta hatch na fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Na época, muito se falou sobre uma nova picape da Ford, usando como base o EcoSport, mas o projeto nunca saiu do papel. 

Fotos: divulgação

Ford Courier (1997 a 2013)