Se nem a nova geração do FIesta virá ao Brasil, quem dirá sua versão esportiva...

Falamos anteriormente sobre o VW Polo GTI. Mostrando que o mercado europeu ainda investe em versões esportivas de modelos "normais", vamos mostrar o Ford Fiesta ST, um dos concorrentes do Polo e que, como ele, ganhou uma nova geração recentemente. 

Para o Fiesta ST, a Ford reservou um motor 1.5 turbo de três cilindros. São 200 cv (6.000 rpm) e 29,6 kgfm de torque (1.600 a 4.000 rpm) gerados por um motor com sistema de injeção direta e indireta, com aceleração de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e velocidade máxima de 232 km/h, segundo a Ford. O mais interessante é que este motor consegue rodar com apenas dois cilindros quando há baixa carga ou velocidade de cruzeiro, economizando combustível. O câmbio é sempre manual de seis marchas. 

Ford Fiesta ST
Ford Fiesta ST

Além da suspensão mais firme, o Fiesta ST traz o vetorizador de torque que, com os freios, melhora a entrada em curvas. Em um pacote opcional, ele pode receber o diferencial blocante e controle de largada, dando ainda mais argumentos para quem procura um esportivo. O hatch também traz o seletor de modo de condução (Normal, Sport e Track), que ajustam os parâmetros de direção, motor, escape e câmbio para cada situação. Os bancos dianteiros são assinados pela Recaro, tradicional fabricante, com maiores abas de apoio para o corpo, e a caixa de direção é mais direta que nas demais versões. 

Seu preço na Alemanha é de 19.990 euros na versão três portas e vai aos 26.100 com cinco portas e opcionais. Pena que, para nós, nem o novo Fiesta não esportivo virá para cá, quem dirá o ST...

Galeria: Ford Fiesta ST