Dois lugares, motor girador e tração traseira. Precisa de mais?

A primeira geração até chegou a ser vendida no Brasil, mas é bem raro de ver o carismático e charmoso Mazda MX-5 Miata pelas ruas. A atual geração, a quarta, mantém vivas as características mais marcantes do roadster japonês: carroceria compacta, capota retrátil, dois lugares, motor aspirado girador e tração traseira. 

O novo Miata mede 3,91 m de comprimento, ou 2 cm a menos que um Chevrolet Onix, e pesa menos de 1.100 kg. O motor 2.0 aspirado rende 183 cv e 20,9 kgfm de torque, com corte a 7.500 rpm. Isso se traduz num 0 a 100 km/h de 6,5 segundos e numa velocidade máxima de 219 km/h. Se apenas isso já deixa o Mazda desejável, temos ainda a tração traseira e o câmbio manual de seis marchas para completar o pacote. São apenas dois lugares sob uma capota de tecido ou, se preferir, há uma versão targa com teto rígido, chamada de RF. 

Mazda MX-5 Miata
Mazda MX-5 Miata
Mazda MX-5 Miata
Mazda MX-5 Miata

Mas até mesmo nos Estados Unidos ele não é barato. Por iniciais US$ 25.730 (chega aos US$ 31.855), é mais caro que um Honda Accord (US$ 23.720). Dificilmente sairia por menos de R$ 150 mil por aqui. Mas primeiro precisamos torcer pela volta da Mazda ao Brasil...

Fotos: divulgação

Galeria: Mazda MX-5 Miata