Oferta é alternativa à MP 1034/21, que acabou com a isenção de IPI para veículos acima de R$ 70.000

Clientes PCD prejudicados pela Medida Provisória 1034/21, que acabou com isenção do IPI para veículos com preço acima dos R$ 70.000, podem encontrar condições especiais de compra na Jeep. Especificamente para este público, a marca está concedendo bônus de até 18% para os modelos Renegade e Compass, independentemente do valor-limite.

O benefício é o mesmo já concedido para clientes CNPJ e produtores rurais. No caso do Renegade, os descontos variam de 10% e 15%, de acordo com a versão escolhida - a exceção fica para o modelo STD, que tem preço abaixo do limite de R$ 70.000. No Compass, os bônus vão de 7% a 18%, também conforme a variante desejada.

Galeria: Jeep Renegade e Compass 2021

A MP 1034/21 foi assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, no início de março. Estabeleceu a cobrança de IPI para veículos acima de R$ 70.000 adquiridos por pessoas com deficiência. Antes da mudança, apenas o ICMS cobrado pelos estados tinha essa limitação, enquanto o IPI continuava com isenção independentemente do valor do veículo. Agora, os dois tributos passam a ser automaticamente cobrados depois de ultrapassado o teto.

Como boa parte dos veículos PCD vendidos no Brasil supera os R$ 70.000 (especialmente os SUVs), o impacto será expressivo. A medida foi tomada como forma de ajudar a equilibrar as contas do governo e, ao mesmo tempo, combater fraudes como declarações de deficiência forjadas para conseguir enquadramento no benefício.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) afirma que, em 2019, 8% dos veículos vendidos no Brasil tiveram algum tipo de isenção.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com