CEO da marca confirma que encerrou o desenvolvimento de novos motores a gasolina ou diesel

Depois da Audi, chegou a vez da Volkswagen anunciar que dará mais um passo rumo à eletrificação com o fim do desenvolvimento de novos motores a combustão, sejam eles a gasolina ou diesel. É o que disse Ralf Brandstätter, CEO da marca alemã, em entrevista à Automobilwoche. Isso significa que o máximo que a empresa fará é atualizar os motores já existentes para que fiquem mais eficientes enquanto faz a transição para os modelos elétricos.

“No momento, eu não estou assumindo que outra família de motores completamente inédita será lançada” disse Brandstätter na entrevista. “Claro, os motores [atuais] ainda serão desenvolvidos, pois ainda precisaremos deles por um certo tempo e eles precisam ser os mais eficientes possíveis”, conclui, com uma referência ao fato de que a União Europeia continua a aumentar as restrições a quantidade de CO2 produzida por toda a linha de uma fabricante na região.

Galeria: Motor VW 1.4 TSI - Nacional

O CEO da VW não comentou por quanto tempo ainda veremos motores a gasolina e diesel nos carros da marca, mas é seguro dizer que devem aparecer por mais 10 anos. Recentemente, a fabricante disse que espera que metade de suas vendas na Europa sejam de carros totalmente elétricos em 2030, indicando que ainda espera ver modelos a combustão com força na região. Outro desafio está em países com um plano de eletrificação ainda lento, como é o caso do Brasil, onde mal há políticas de incentivo.

Outra indicação de que os motores a combustão ainda estarão nos carros da empresa foi o anuncio de que modelos como Golf e Tiguan ainda terão uma nova geração, mostrando que a linha elétrica ID não irá substituir os veículos a gasolina, ao menos não neste momento. Isso não significa que não terão qualquer eletrificação, pois Brandstätter já disse anteriormente que estes modelos receberão uma nova geração do sistema híbrido plug-in, entregando uma autonomia de até 100 km no modo elétrico.

Esta política obviamente afetará o Brasil. A Volkswagen prometeu lançar cinco carros eletrificados no país até 2023 e apenas um deles realmente desembarcou por aqui, o Volkswagen Golf GTE da geração passada. Sem uma definição por parte do governo sobre a adoção de veículos elétricos no país, a fabricante deve apostar na manutenção dos seus motores turbo 1.0 TSI e 1.4 TSI, realizando pequenas atualizações para deixá-los mais eficientes e atender às demandas locais.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com