Executivo admite que fãs pedem uma nova geração da Brat e que a possibilidade existe

A Subaru tinha uma picape para chamar de sua na forma da finada Brat, conhecida em alguns mercados como Brumby ou 284. Fora de linha desde 1994, tinha fãs pelo mundo e marcou o suficiente para que alguns clientes peçam para a marca japonesa criar uma nova geração. Em entrevista ao site CarsGuide, Blair read, gerente-geral da Subaru Austrália, admite que “sempre existe a possibilidade” de um retorno da Brat.

“Não há qualquer sinal de que este tipo de discussão sobre o que virá no futuro”, disse Read. “Mas nos faz lembrar do grande exemplo do BRZ e [Toyota] 86 – e de todos os casos de sucesso da parceria entre Toyota e Subaru.” O executivo ainda diz que muitos clientes perguntam a ele se a Brat voltará. “Sempre há este feedback, e eu acho que as pessoas sempre estão falando da Brumby (versão australiana da picape) e da Brat, e qualquer fabricante de carros amaria ter todas essas opções disponíveis para entrega, e o que você pode trazer ao mercado.”

Galeria: Subaru Brat

Os pedidos pela volta da picape da Subaru parecem ser fortes, pois David Rowley, gerente de relações públicas da marca, ainda brincou que alguns clientes em potencial disseram a ele que comprariam uma nova geração do modelo pois “a quilometragem está ficando alta” em suas unidades da Brat antiga.

Citar a parceria com a Toyota já dá uma indicação do que iria acontecer caso a Subaru considerasse criar uma nova picape, compartilhando plataforma, componentes e até motores. A Toyota tem diversos modelos deste tipo, desde a conhecida Hilux até opções maiores como Tacoma ou Tundra. Usar a Hilux faz mais sentido por ser o menor deles, ficando mais próximo da Brat, que media somente 4,424 metros de comprimento.

Seria curioso ver a Subaru retornar a este segmento. A fabricante até tentou novamente com a Baja, uma picape compacta com construção monobloco e quatro portas, que foi produzida nos EUA entre 2002 e 2006, mas sem alcançar o sucesso que a Brat fez. E, com cada vez mais empresas entrando no segmento das picapes médias, não seria uma surpresa ver a Subaru aproveitar a experiência da Toyota com a Hilux para diversificar um pouco sua operação.

Ouça nosso podcast

 

Projeção: Nathan Mondor