Edição com pintura curiosa homenageia modelo de 1994, inclusive no padrão de cores

Aproximadamente 26 anos depois, a Volkswagen decidiu reviver na geração atual uma das edições especiais mais curiosas já lançadas na história do Polo. Por meio da divisão da Holanda, a marca recriou o emblemático Polo Harlekin, originalmente apresentado em 1994 e caracterizado pelo inusitado esquema de cores da carroceria.

Assim como o modelo da década de 1990, o novo foi projetado obedecendo uma série de critérios estéticos imprescindíveis para chegar ao resultado esperado. É o caso da ordem de cores das peças (portas, capô, para-choques e para-lamas), que tem de seguir um padrão específico para evitar que duas cores sejam aplicadas em partes vizinhas.

Galeria: Volkswagen Polo Harlekin

No Harlekin original, as unidades da série eram produzidas normalmente nas cores azul, vermelho, amarelo e verde. Para identificar a cor original, era preciso ficar atendo às partes fixas da carroceria ou dentro do compartimento do motor. Já na cabine, havia mais discrição e apenas detalhes como bancos com padronagem exclusiva e rádio Blaupunkt.

Na época, o Polo Harlekin fez tanto sucesso que o que deveria ter sido um modelo criado apenas para exposição da paleta de cores do compacto em concessionárias da Alemanha, acabou se tornando uma edição especial produzida em série. Ao todo, 3.800 unidades foram vendidas em diversos mercados da Europa em 1995. O modelo atual, porém, foi criado apenas para homenagear o original e não chegará às ruas (será transformado em peça de museu).

Volkswagen Polo Harlekin

Golf e Gol Harlekin

Além do Polo, os modelos Golf e Gol também ganharam edições do tipo. O primeiro teve uma versão homônima lançada nos Estados Unidos com o mesmo esquema de cores do primo menor. Ao todo, 264 unidades foram produzidas em Puebla, no México, e vendidas em 1996. Na América do Sul, o Gol ganhou pintura especial através da versão Top, exclusiva da Argentina.

Fotos: Divulgação