Décima primeira geração terá visual mais conservador

A estreia do novo Honda Civic será bem antes do que esperávamos. O sedã será revelado já no dia 17 de novembro, ainda que como um protótipo - conforme antecipa este primeiro teaser. O vídeo mostra o carro de diversos ângulos, como a traseira, as rodas, a lateral e parte da frente. A apresentação será pelo Twitch às 22h (horário de Brasília) e conta com um site oficial. Melhor: Motor1.com irá mostrar o carro em um vídeo exclusivo no mesmo dia.

O design do novo Honda Civic 2022 não é bem uma surpresa, já que imagens de registro apareceram na Austrália, revelando as linhas do sedã médio. Terá uma mistura do design do Accord com o novo Fit, herdando alguns detalhes do para-choque e da grade frontal usados pela nova geração do monovolume. Já a traseira será bem diferente da atual, com lanternas horizontais no lugar do desenho de bumerangue. A Honda promete que o Civic redesenhado irá "elevar novamente o nível em estilo, performance, segurança e tecnologias avançadas" para o segmento.

Galeria: Honda Civic 2022 - Teaser

Há muitos boatos sobre a motorização a ser utilizada. O mais constante diz que o motor 1.5 turbo de 173 cv será mantido no mercado global e, em alguns países, ainda terá o 2.0 aspirado de 155 cv. Fica confuso quando falamos da possível versão híbrida. A mídia norte-americana diz que seguirá o Fit, adotando o 1.5 híbrido com dois motores, enquanto as revistas japonesas comentam sobre o 2.0 eletrificado usado pelo Accord.

No Brasil, o rumor da vez é o possível fim da produção do sedã médio no país. De acordo com o site Autoo, a fabricação seria encerrada já em 2022 e o novo City (que chega em 2021) seria um substituto natural, enquanto os clientes que buscam algo mais sofisticado teriam que escolher o novo HR-V – que também irá mudar em breve e já roda em testes. Obviamente, a Honda desconversa e diz que “não comenta esse tipo de especulação”.

Não seria estranho ver o fim do Civic brasileiro. A Honda está eliminando a produção do sedã em diversos países, como Reino Unido e Japão, o que acabará concentrando a montagem nos Estados Unidos e China. Junte este posicionamento com a queda de participação dos sedãs médios no Brasil, o preço cada vez mais alto deste segmento e a preferência pelos SUVs e não seria uma decisão descabida ver a marca deixando de investir no carro. A conferir os próximos capítulos.

 

Galeria: Honda Civic 2022 - Projeção do Motor1.com