Hatch adota motor 1.6 turbo e acelera de 0 a 100 km/h em cerca de 7 segundos

Versões esportivas de carros compactos são uma raça em extinção. Ainda temos o Volkswagen Polo GTS (apesar de menos potente que o Polo GTI europeu) e o Renault Sandero RS, mas foi só o que sobrou no segmento compacto - até mesmo entre os médios as opções são poucas. Para a Europa, há uma luz no fim do túnel com a chegada do Hyundai i20 N, hot hatch baseado no primo do HB20.

E por quê a Hyundai investiu em um carro como o i20 N se o segmento está tão em baixa? A razão é a aposta da marca em sua divisão esportiva Hyundai N, que já lançou modelos como i30 N e Veloster N, além do i20 WRC que está competindo no World Rally Championship. A meta é mudar um pouco a imagem da empresa, mostrando que ela também pode produzir carros de alta performance.

Galeria: Hyundai i20 N 2021

E é aí que entra o Hyundai i20 N, como a opção de entrada da gama esportiva. As primeiras fotos mostram o hatchback na pintura azul bebê chamada pela empresa de "Performance Blue". Recebe rodas de 18" de alumínio, enorme spoiler no teto, para-choque redesenhado com uma nova entrada de ar e detalhes em vermelho.

Do outro lado estão lanternas modificadas, para-choque traseiro com difusor e luzes de neblina triangulares. Saias laterais exclusivas e um total de sete cores para a carroceria fecham a parte visual, criando um hatch bem atraente que traz alguns detalhes do i30 N para o compacto. Por dentro, há algumas poucas peças com o azul Performance nos apoios de braços e botões do volante, além de receber bancos esportivos com encostos de cabeça integrados, pedais de metal e outros detalhes.

A parte mais importante, obviamente, está na motorização. O i20 N adota um 1.6 turbo de quatro cilindros, que recebeu um intercooler e uma bomba d'água especial. Produz 207 cv e 28 kgfm de torque. Apesar de ter divulgado as primeiras fotos e vários detalhes, a Hyundai está quieta sobre o desempenho do compacto. Se considerarmos que o Kia Ceed, que é mais pesado e tem os mesmos 207 cv, acelera de 0 a 100 km/h em 7,4 segundos, o i20 N deve mostrar um resultado na faixa dos 7 segundos também.

Para fazer jus a proposta de ser um esportivo, a Hyundai só irá vender o i20 N com câmbio manual de 6 marchas. Segundo a fabricante, existe a chance de oferecer também a transmissão automatizada de dupla embreagem e 8 posições, mas isso dependerá da demanda dos clientes. A caixa manual foi modificada com uma embreagem mais robusta, além de contar com a tecnologia de rev matching (que simula um punta-tacco nas reduções) e diferencial blocante.

Hyundai i20 N (2021)
Hyundai i20 N (2021)

Traz também controle de largada e seletor de modos de condução com as seguintes opções: Normal, Eco, Sport, N e N Custom. Esta última permite que o motorista selecione diversos ajustes, como resposta do motor e som, atuação do controle de estabilidade, sensibilidade do volante e mais.

A Hyundai ainda explica que o chassi do i20 foi reajustado e reforçado para melhorar a dinâmica em alta velocidade. A suspensão tem novas molas, amortecedores e buchas. Também conta com freios de alta performance com discos de 320 mm na frente, 40 mm maiores que no i20 normal.

O Hyundai i20 N só começará a ser vendido na Europa no começo de 2021, ainda sem preços divulgados. Como não temos o i20 por aqui, não há chances de ver o hatch chegar ao país, mas não custa muito sonhar que a Hyundai Brasil siga o exemplo do Polo e, ao menos, use o primo europeu do HB20 como inspiração para uma versão esportiva para o compacto feito em Piracicaba (SP). Hoje, a versão Sport é invocada apenas no visual, mantendo a mecânica do modelo convencional.

Fotos: divulgação

Galeria: Hyundai i20 N 2021

Envie seu flagra! flagra@motor1.com