Picape terá reestilização apresentada no segundo semestre, chegando ao Brasil no máximo em 2021

A nova Toyota Hilux 2021 acabou se tornando um dos modelos mais comentados do momento após as informações que foram aparecendo nas últimas semanas. A mais quente foi o vazamento de um provável catálogo de vendas ou treinamento na Tailândia, mostrando o novo visual que conheceremos por aqui entre o fim de 2020 e o começo de 2021. Mais uma vez, o designer digital Renato Aspromonte, do OverboostBR, adiantou como veremos a picape nas ruas antes da sua chegada. 

Esta é a segunda reestilização da Hilux, mas bem mais profunda que a primeira. O visual se inspira na Tacoma, uma picape de porte um pouco superior que é vendida nos Estados Unidos. Aqui, temos o exemplo da versão topo, com faróis full LED, e a intermediária, com luzes halogenas. Na traseira, as lanternas mantém o mesmo formato, mas com uma nova identidade visual em LEDs. Na lateral, apenas novas rodas de 17" ou 18", dependendo da versão.

Projeção: Nova Toyota Hilux 2021
Projeção: Nova Toyota Hilux 2021

Por dentro, é esperado o uso de novos materiais e grafismo inédito no quadro de instrumentos, além de um novo sistema multimídia, recebendo finalmente os espelhamentos de smartphone via Apple CarPlay e Android Auto. Hoje, a picape média é a que possui menos recursos de conectividade, indo na contramão da Chevrolet S10, por exemplo, que deve ganhar conexão via Wi-Fi a bordo com 4G próprio em sua reestilização prevista ainda para este ano. Vale lembrar que S10 e Hilux brigam há décadas entre as mais vendidas do segmento. 

Mas o mais esperado da nova Toyota Hilux 2021 é a mecânica. Manterá o 2.8 turbodiesel, mas deve chegar aos 204 cv e 47,9 kgfm de torque, números mais próximos dos encontrados na Chevrolet S10 (200 cv e 51 kgfm) e Ford Ranger 3.2 (200 cv e 47,9 kgfm), além de melhorias em emissões e consumo. A transmissão deve se manter a mesma, com a caixa automática de 6 marchas e tração 4x4 com reduzida. 

 

A Toyota Hilux 2021 será apresentada na Tailândia no segundo semestre, chegando em seguida ao mercado da Argentina (onde é produzida para o Mercosul) e então ao Brasil, provavelmente entre o fim deste ano e o começo de 2021. O atraso é por conta das paralisações das plantas ao redor do mundo devido à pandemia. 

Ouça nosso podcast:

 

Galeria: Projeção: Nova Toyota Hilux 2021